The Christian Post > Cristianismo|Qui, 15 Jul. 2010 01:48 AM EST

LCMS Adota Medidas em Resposta às Ações Pró-Gay da ELCA

PorLillian Kwon | Christian Post Reporter tradutor Rodrigo L. Albuquerque

Delegados da Igreja Luterana-Sínodo de Missouri, na terça-feira, adotaram, esmagadoramente, duas resoluções em resposta às ações pró-gay do ano passado da Igreja Evangélica Luterana nos Estados Unidos.

  • lutheran church Missouri-synod
    (Foto: Lutheran Church Missouri-Synod)
    Delegados da Igreja Luterana-Sínodo de Missouri estão em Houston para seu 64º convenção regular, 10 de julho de 2010.

Uma resolução recomenda para “estudo e referência,” dois documentos que afirmam que as ações da ELCA – incluindo permitir parceiros homossexuais nas posições do clero – são contrários à Escritura.

A outra medida suporta esforços para promover “Luteranismo confessional” em todo o mundo.

A LCMS e a ELCA são os dois maiores corpos luteranos no país com 2,4 milhões membros e 4,6 milhões de membros, respectivamente.

Quando o corpo legislativo mais alto da ELCA votou, em agosto passado, para permitir gays e lésbicas em “relação homossexual, intencionalmente consciente, monogâmica e vitalícia” para servir como clero, a denominação chamou grande atenção da mídia, proporcionando preocupações dentro da LCMS que muitos podem pensar que todos os luteranos compartilham das mesmas crenças. A ELCA adotou uma declaração social sobre a sexualidade humana reconhecendo que não há consenso na homossexualidade enquanto que, ao mesmo tempo, recomenda que a ELCA empenha-se em encontrar formas de reconhecer relação homossexual, monogâmica e vitalícia.

Um dos documentos recomendados para estudo e referência na convenção da LCMS esta semana é uma declaração do Conselho Luterano Internacional – composta por 34 Igrejas membro – que foi adotada em Seoul, Coréia, em agosto passado.

Curta-nos no Facebook

A ILC afirmou: “Enraizada no testemunho da Bíblia e em consonância com os ensinamentos cristãos por 2.000 anos, nós continuamos a acreditar que a prática de homossexualidade – em qualquer ou todas as situações – viola a vontade do Deus Criador e deve ser reconhecido como pecado.”

O Conselho também declarou sua vontade de abordar aqueles com inclinações homossexuais com “o mais produndo amor cristão e problema pastoral.”

Enquanto isso, o segundo documento – “Implicações Teológicas das Decisões da ELCA 2009” preparado por uma força-tarefa LCMS – nota que a LCMS e a ELCA têm feito parceirias juntas em trabalhos relacionados com misericórdia e ajuda, mas que a decisão controversa ameaçou a relação cooperativa.

O documento não chama a LCMS a, imediatamente, cortar relações com a ELCA, mas declara que discussão séria e franca na questão é necessária.” Desta maneira, as convicções e outros podem continuar em qualquer lugar.

Os delegados da LCMS, que estarão se encontrando em Houston esta semana, reconheceram em uma das resoluções que muitas congregações e indivíduos têm-se retirado ou estão considerando deixar a ELCA, com algum dinheiro para a LCMS para ajuda. Embora não encorajando a discórdia na ELCA, a LCMS disse que isso não pode afastar-se daqueles que se separaram da ELCA e irá incentivar outros corpos de Igreja enquanto permanecerem fiéis ao Luteranismo confessional.

Em outra questão, a LCMS elegeu seu novo presidente, o Rev. Mathew C. Harrison, na terça-feira. Harrison, que é diretor executivo da LCMS World Relief e Human Care, recebeu 54 por cento dos votos, enquanto o presidente atual da LCMS, Dr. Gerald B. Kieschnick, recebeu 45 por cento.

O Bispo Presidente da ELCA Rev. Mark S. Hanson estendeu suas felicitações para o novo presidente e afirmou, “Nós aguardamos para construir nossos esforços cooperativos em resposta às necessidades de nossos vizinhos e para as reuniões futuras do Comitê na Cooperação Luterana como uma oportunidade regular para conversação entre ELCA e líderes LCMS.”

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca