The Christian Post > Política|Qua, 9 Jun. 2010 18:22 PM EST

Líderes Evangélicos OK ao Controle de Natalidade

PorAudrey Barrick | Repórter do Christian Post tradutor Rodrigo L. Albuquerque

A maioria dos Líderes vangélicos aprovam os métodos artificiais de contracepção, revela um novo inquérito.

  • Theology-of-Sea
    (Foto: Nae Generation Forum via The Christian Post)
    NAE recently published a Bible-based “Theology of Sex” to provide some assistance, 8 de junho de 2010.

A Associação Nacional de Evangélicos (NAE), que representa mais de 45 mil Igrejas nos Estados Unidos, divulgou um relatório na terça-feira, mostrando que quase 90 por cento aprovam a contracepção.

Vários líderes, no entanto, manifestaram a sua oposição aos medicamentos ou procedimentos que interrompem uma gravidez após a concepção ter ocorrido.

"A maioria dos evangélicos associam-se com os católicos em sua liderança firme na defesa pró-vida, e com razão", disse Leith Anderson, presidente da NAE, em um comunicado. "Mas pode vir como uma surpresa que, ao contrário da Igreja Católica, estamos abertos à contracepção."

Evangélicos nos bancos de Igrejas têm opiniões semelhantes. Uma pesquisa realizada em 2009 pela NAE em parceria com a Gallup, Inc., constatou que pelo menos 90 por cento dos evangélicos dizem que métodos de contracepção hormonal / de barreira são moralmente aceitáveis para adultos.

Líderes entrevistados na pesquisa mais recente disse que a finalidade do sexo não se limita à procriação, mas estende-se até a consumação e expressão de amor dentro do casamento.

Curta-nos no Facebook

"Nossos líderes indicam que a contracepção pode ser utilizada se todos os propósitos bíblicos de sexo forem respeitados e que pode realmente ajudar a manter o equilíbrio", observou Anderson.

A pesquisa surgiu semanas após a NAE lançar um recurso chamado "Teologia do Sexo" para ajudar a inspirar discussões sobre sexo dentro da Igreja e como parte de um esforço para reduzir o aborto no país. O recurso enumera quatro razões para o sexo, incluindo "uma só carne" para consumar o casamento, a procriação, a expressão de amor ao cônjuge, e gozo e prazer.

Apesar de predominantemente aberto a várias formas de contracepção, alguns líderes deram sua aprovação com cautela.

Ao dar o seu OK, George Brushaber, presidente emérito da Universidade de Bethel, observou que a contracepção deve ser utilizada "com a orientação bíblica e médica adequada."

E Greg Johnson, presidente da Standing Together, destacou que as Igrejas têm a responsabilidade de comunicar-se e pregar a importância da família.

"[C]asais não devem descuidadamente permitir a si mesmos usar a contracepção como uma forma de evitar ter filhos e uma família em crescimento por completo", disse.

Embora alguns tenham defendido que é pecaminoso controlar o calendário e número de filhos, pois as crianças são dádivas de Deus, muitos líderes evangélicos acreditam no contrário.

O pregador de Mineápolis, John Piper, declarou, independente do inquérito, que só porque uma coisa é um dom do Senhor, isso não significa que é errado ser um administrador de quando ou se alguém vai entrar em sua posse.

No entanto, Deus está no controle de se um casal usa controle de natalidade ou não.

"As mãos do Todo-Poderoso não estão atadas pelo controle de natalidade", ele argumentou.
"Um casal tem filhos, precisamente no momento em que Deus quer, se eles usam o controle da natalidade ou não."

Randy Bell da Associação Bíblica do Ensino Superior pode atestar isso.

"Posso dizer por experiência própria que Deus pode derrotar esses métodos se ele decidir fazê-lo", disse Bell, que também acredita que a Escritura não proíbe métodos mais comuns de contracepção.

Os resultados são baseados em uma pesquisa mensal do Conselho de Administração da NAE que incluem os CEOs das denominações e representantes de um vasto leque de organizações evangélicas, incluindo missões, universidades, editoras e Igrejas.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca