The Christian Post > Mundo|Sex, 14 Jun. 2013 14:45 PM EST

Manifestações em várias partes do mundo pelo pastor Saeed Abedini e direitos humanos

PorAmanda Gigliotti | Repórter do The Christian Post

Manifestantes protestaram nas embaixadas iranianas de todo o mundo pelo pastor Saeed Abedini e outras vítimas de abuso de direitos humanos no país islâmico, nesta quinta-feira.

  • Standing together for Human Rights
    (Foto: Standing together for Human Rights in Iran Facebook)
    Campanha 'Standing together for Human Rights in Iran' (Defendendo juntos os Direitos Humanos no Irã) marcou protestos em frente às embaixadas iranianas, em 13 de junho de 2013.

O evento chamado Defendendo juntos os "Direitos Humanos no Irã" ocorre com o objetivo de chamar a atenção das autoridades mundiais para o caso.

"O momento dos eventos que visam destacar os direitos humanos e o caso do pastor Saeed diretamente às autoridades iranianas vem à medida em que o Irã se prepara para suas próprias eleições na próxima semana. Eles enviam uma mensagem poderosa no momento em que o Irã está escutando", disse Jordan Sekulow, diretor executivo do Centro Americano para Lei e Justiça (ACLJ).

As manifestações estiveram programadas para ocorrer ao meio-dia em todos os países.

O pastor Saeed foi preso em 2012 e condenado a 8 anos de prisão. O caso do cidadão americano preso na prisão de Evin, no Teerã, uma das mais duras do país, vem ganhando atenção internacional.

Através da repercussão do caso, espera-se que haja a sua liberação, assim como foi no caso do pastor Youcef Nadarkhani. Youcef também foi preso por sua fé e inicialmente condenado à pena de morte. Ele foi liberado depois de 3 anos de prisão, após grande pressão internacional.

Curta-nos no Facebook

Além de Saeed, outro caso também está chamando atenção. O pastor Behnam Irani, também preso em Teerã, por apostasia, pode enfrentar possível pena de morte e passa por sérios problemas de saúde dentro da prisão.

Outros líderes cristãos presos incluem Mohammad-Reza Farid, Saeed Safi, e Hamid-Reza Ghadiri. Eles teriam sido detidos em 29 de maio, durante um culto de uma igreja doméstica na cidade de Isfahan, cerca de 340 quilômetros ao sul de Teerã.

Manifestações para a liberação do pastor e outros líderes cristãos presos por sua fé ocorreram em Washington DC, Hungria, Suécia e Alemanha.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca