The Christian Post > Entretenimento|Qua, 18 Set. 2013 04:02 AM EST

Gregório Duvivier convida Marco Feliciano para debate depois de Renato Aragão defender a fé em Na Moral

Feliciano responde dizendo que não está disposto a discutir

PorLuciano Portela | Repórter do The Christian Post

O deputado federal Marco Feliciano (PSC/SP) e o comediante Gregorio Duvivier, integrante do canal de vídeos Porta dos Fundos, discutiram na rede social Twitter a respeito da participação de Renato Aragão e Gregório no último episódio do programa Na Moral, da TV Globo, durante a última quinta (12).

  • marco feliciano
    (Foto: Divulgação)
    Deputado Marco Feliciano (PSC), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara (CDHM).

O debate entre os dois começou quando Marco Feliciano parabenizou Renato Aragão por meio de um tuíte, publicado nesta terça-feira (17), em função da postura do humorista contra o uso da religião em temas de piadas.

"Parabéns ao Renato Aragão, pela aula do que é humor no programa do Pedro Bial (apresentador do Na Moral). Deu um banho de coerência e o outro (Gregório Duvivier), saiu pela porta dos fundos", afirmou o político e pastor ironizando Duvivier.

Em resposta direta à publicação do deputado federal, Gregório Duvivier o convidou para um debate direto e Feliciano retrucou ao dizer que não estaria disposto a discutir, pois não compensaria.

"Debate é coisa séria, papo cabeça! Desculpe mas esta não é sua praia. Faria piada, venderia seus vídeos e só. Não valeria a pena", afirmou Marco Feliciano em um dos tuítes.

Na sequência, Duvivier apontou que a necessidade do debate se dá por uma questão de coêrencia, e ainda acrescentou que o político não deve ter receio de dialogar.

Curta-nos no Facebook

"Acho que se você tivesse coerência e seriedade aceitaria o debate. Não tenha medo do confronto, você não tem nada a perder", comentou o comediante no microblog, encerrando a troca de tuítes entre os dois.

Esta não foi a primeira vez em que Feliciano e um integrante do Porta dos Fundos gera controvérsias. Recentemente, Marco Feliciano solicitou que o canal de vídeos do grupo, no YouTube, retirasse a gravação "Oh, Meu Deus" do ar por considerá-la uma afronta ao Cristianismo.

Do outro lado, o Porta dos Fundos já exibiu um de seus esquetes ironizando Marco Feliciano, além de gerar comentários de seus integrantes através de redes sociais.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca