The Christian Post > Política|Qui, 13 Jun. 2013 15:19 PM EST

Marco Feliciano muda número de celular por causa de insultos

PorAmanda Gigliotti | Repórter do The Christian Post

O deputado e pastor Marco Feliciano (PSC) mudou o número de seu celular, por causa de insultos, informou o colunista Lauro Jardins da Veja, nesta quarta-feira.

  • Marco Feliciano
    Reprodução / Site
    Deputado Federal Marco Feliciano é contra venda de bebidas acoólicas na Copa de 2014.

O atual presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados (CDHM), teve seu antigo número divulgado na internet por grupo de hackers ativistas denominado Anonymous.

O grupo divulgou no Twitter dados pessoais do pastor, que começou a receber milhares de ligações.

Segundo Lauro Jardins, que prometeu não divulgar o novo número do deputado evangélico, boa parte das ligações continham insultos.

Marco Feliciano virou alvo de retaliações e protestos desde que foi nomeado presidente da CDHM no início do mês de março.

O pastor gerou polêmica por suas declarações contra o comportamento homossexual, que foram consideradas homofóbicas.

Curta-nos no Facebook

Além disso, ele também foi chamado de racista, mesmo sendo filho de uma negra, por declarações bíblicas sobre um descendente amaldiçoado de Noé, que ele relacionou com o continente africano.

O pastor se defende dizendo que sua opinião não pode ser criminalizada. Os ataques vêm principalmente dos ativistas da causa LGBT.

Ele afirma que suas posições contra o homossexualismo são por conta de seus princípios cristãos e que não podem ser confundidas com homofobia.

“Não sou contra os gays, sou contra o ato e o casamento homossexual. Quero o lugar para poder justamente discutir isso. Vai ser debate. Vou ouvir e vou falar”, disse ele, em declarações anteriores.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca