The Christian Post > Política|Seg, 18 Fev. 2013 11:13 AM EST

Marina Silva cria novo partido político

PorSarah Curty | Correspondente do The Christian Post

A ex-deputada e ex-candidata à Presidência da República, Marina Silva, lançou no último sábado, 18, uma nova legenda política, a 31ª da história do Brasil.

  • Marina Silva
    (Foto: Divulgação)
    Marina Silva discursa no lançamento de seu partido político, a Rede Sustentabilidade, em fevereiro.

A Rede Sustentabilidade não tem proposta de ser “posição” ou “oposição” ao governo, mas tem a intenção de dar uma outra possibilidade aos eleitores num “mundo em que você tem apenas duas possibilidades e precisa escolher a menos ruim”, declarou Marina, em referência ao Partido dos Trabalhadores (PT) e ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

Durante a conferência realizada em Brasília para o anúncio da criação do novo partido, Marina mostrou sua insatisfação com o modelo político atual e afirmou que o interesse não é lançar sua candidatura à Presidência em 2014, mas “preencher um vazio ético e de participação social na política brasileira”.

No entanto, a ex-senadora Heloísa Helena, hoje filiada ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), afirmou que esse é o principal interesse da nova sigla, no que foi muito aplaudida pelos presentes na conferência.

O atual desafio da Rede, agora, é reunir meio milhão de assinaturas em, pelo menos, nove estados brasileiros até julho para que o partido seja oficialmente lançado.

Até lá, Marina e outros membros fundadores da Rede estão em conversa com lideranças e políticos de outros partidos que se mostraram interessados. Eles farão alianças apenas com políticos que tiverem “afinidades programáticas”.

Curta-nos no Facebook

“Existem pessoas boas dentro de todos os partidos”, afirmou Marina. “Isso não quer dizer que aceitaríamos qualquer político ficha limpa”, completou o ex-deputado Marcos Rolim.

Marina Silva é natural de Bagaço, perto de Rio Branco, no Acre, e está na vida política desde 1984, como vice-coordenadora da (Central Única dos Trabalhadores) CUT do Acre.

Sempre envolvida em questões ambientais, em 2010 concorreu à Presidência da República pelo Partido Verde (PV) e recebeu 20 milhões de votos, número considerado decisivo para forçar o segundo turno entre seus adversários Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB).

Evangélica, Marina se envolveu em polêmicas ao defender que escolas adventistas ensinassem aos alunos o criacionismo (ideia de que Deus criou e cuida do universo) desde que também ensinassem o evolucionismo (ideia de que o mundo surgiu a partir do Big Bang). Segundo ela, “no espaço da fé, a ciência tem todo o acolhimento. Eu gostaria que a fé tivesse o mesmo acolhimento da ciência”.

Para obter mais informações do partido, acesse www.brasilemrede.com.br e saiba mais.

  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
  • Wanderlei Silva no TUF Brasil...
Não Perca