Print CP Article

Marina Silva cria novo partido político

Mon, Feb. 18, 2013 Posted: 11:13 AM EDT


A ex-deputada e ex-candidata à Presidência da República, Marina Silva, lançou no último sábado, 18, uma nova legenda política, a 31ª da história do Brasil.

A Rede Sustentabilidade não tem proposta de ser “posição” ou “oposição” ao governo, mas tem a intenção de dar uma outra possibilidade aos eleitores num “mundo em que você tem apenas duas possibilidades e precisa escolher a menos ruim”, declarou Marina, em referência ao Partido dos Trabalhadores (PT) e ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

Durante a conferência realizada em Brasília para o anúncio da criação do novo partido, Marina mostrou sua insatisfação com o modelo político atual e afirmou que o interesse não é lançar sua candidatura à Presidência em 2014, mas “preencher um vazio ético e de participação social na política brasileira”.

No entanto, a ex-senadora Heloísa Helena, hoje filiada ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), afirmou que esse é o principal interesse da nova sigla, no que foi muito aplaudida pelos presentes na conferência.

O atual desafio da Rede, agora, é reunir meio milhão de assinaturas em, pelo menos, nove estados brasileiros até julho para que o partido seja oficialmente lançado.

Até lá, Marina e outros membros fundadores da Rede estão em conversa com lideranças e políticos de outros partidos que se mostraram interessados. Eles farão alianças apenas com políticos que tiverem “afinidades programáticas”.

“Existem pessoas boas dentro de todos os partidos”, afirmou Marina. “Isso não quer dizer que aceitaríamos qualquer político ficha limpa”, completou o ex-deputado Marcos Rolim.

Marina Silva é natural de Bagaço, perto de Rio Branco, no Acre, e está na vida política desde 1984, como vice-coordenadora da (Central Única dos Trabalhadores) CUT do Acre.

Sempre envolvida em questões ambientais, em 2010 concorreu à Presidência da República pelo Partido Verde (PV) e recebeu 20 milhões de votos, número considerado decisivo para forçar o segundo turno entre seus adversários Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB).

Evangélica, Marina se envolveu em polêmicas ao defender que escolas adventistas ensinassem aos alunos o criacionismo (ideia de que Deus criou e cuida do universo) desde que também ensinassem o evolucionismo (ideia de que o mundo surgiu a partir do Big Bang). Segundo ela, “no espaço da fé, a ciência tem todo o acolhimento. Eu gostaria que a fé tivesse o mesmo acolhimento da ciência”.

Para obter mais informações do partido, acesse www.brasilemrede.com.br e saiba mais.

Sarah Curty


Copyright © Christianpost.com. All rights reserved.