The Christian Post > Entretenimento|Ter, 2 Out. 2012 15:54 PM EST

Michael Jackson era contra ao aborto? Música recém descoberta aborda a questão

PorAudrey Barrick | Repórter do Christian Post tradutor Alan Marinho

Em música inédita, Michael Jackson é ouvido tomando uma posição contra o aborto. O eterno rei do Pop também mencionou a Bíblia em defesa das crianças em gestação. A Canção Groove (Papéis de Aborto) gravada nos anos 80 pela Sony como parte da 25° edição de aniversário do álbum "Bad" de Michael, diz respeito a uma mulher que conceitua a questão do aborto.

  • michael jackson
    (Foto: Reuters)
    Michael Jackson.

Refrão:

Esses papéis de aborto

Assinados em seu nome contra a palavra de Deus

Esses papéis de aborto

Pensar acerca da vida, eu gostaria de ter meu filho.

Curta-nos no Facebook

A música foi feita apenas um ano após a legalização do aborto nos Estados Unidos em 1973, quando a Suprema Corte decidiu no caso Roe V. Wade que uma mulher tem o direito de decidir se deve ou não fazer o aborto. A música é animada, apesar do assunto, Na música Michael Jackson canta sobre três crianças deixadas.

Na primeira estrofe:

Irmã não leia, ela nunca vai saber.

E quanto ao amor?

Vivendo uma alma cristã

O que ganhamos, ela foge.

E quanto ao amor?

O que sobre tudo que oro

Mais para frente:

Irmã se confundiu, ela foi sozinha.

E quanto ao amor?

Sobre tudo que vi?

Aguardando seu tempo, lendo as palavras

Cantando uma canção, recitando um verso da Bíblia

Michael Jackson morreu aos 50 anos em 2009, depois de ter sofrido uma parada respiratória em sua casa em Los Angeles. Segundo laudos médicos, a combinação de proporfol e sedativos administrados pelo Dr. Conrad Murray foi à causa de sua morte. Murray foi condenado por homicídio involuntário e a cumprir uma pena de quatro anos.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca