The Christian Post > Cristianismo|Qui, 15 Mai. 2014 08:22 AM EST

Michelle Obama diz que ela e Barack estão 'indignados' com sequestro das meninas na Nigéria

A primeira-dama dos EUA lembrou das meninas sequestradas no Dia das Mães

PorLuciano Portela | Repórter do The Christian Post

A primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama fez um discurso no último domingo (11), a respeito de mais de 200 meninas nigerianas sequestradas uma ação terrorista na Nigéria, afirmando que ela e o presidente Barack Obama estão "indignados e com o coração partido" com o ato.

  • Michelle Obama
    (Foto: Reuters)
    Michelle Obama, Primeira Dama dos EUA.

De maneira sorrateira, na madrugada do último dia 14 para 15 de abril, homens armados do grupo terrorista islâmico Boko Haram, que se opõe à ocidentalização da Nigéria, sequestrou cerca de 276 meninas no dormitório de uma escola pública na cidade de Chibok, leste do estado de Borno.

Ao abordar sobre o caso em seu discurso de Dia das Mães, Michelle ressaltou que vê suas próprias filhas na imagem das meninas do sequestro, e imagina a angústia doa pais ao ter de lidar com um "ato inconcebível" de tirá-las da proteção escolar, reforçando que o governo de Obama fará todos os esforços para trazê-las para casa.

O discurso de Michelle vem pouco mais de uma semana depois do líder terrorista ameaçar vender as meninas no mercado negro em um vídeo obtido pela agência de notícias France Presse. Na gravação, ele se refere ao colégio das meninas como uma "escola de educação ocidental", vista por ele como pecaminosa.

O Boko Haram foi formulado pelo clérigo muçulmano Mohammad Yusuf, há cerca de uma década, para combater a educação ocidental, que segundo ele seria a razão por trás da corrupção moral e política do país.

Em contrapartida, Michelle aponta que a educação é a melhor chance das meninas terem "um futuro brilhante". A escola chegou a fechar temporariamente por ameaças terroristas, mas insistiu em continuar suas atividades em prol das famílias e comunidades locais.

Curta-nos no Facebook

Milhares de pessoas morreram em ataques desde quando o Boko Haram começou sua ação para destituir o poder na Nigéria. O grupo matou inúmeros cristãos e atacaram diversas igrejas. Sua intenção é tentar criar um Estado islâmico no país, de maioria muçulmana no norte da Nigéria.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca