The Christian Post > Cotidiano|Ter, 13 Mar. 2012 10:58 AM EST

Movimento LGBT acusa o ministério da capelanias evangélicas de invasão em hospitais brasileiros

PorVal Green | Repórter do The Christian Post

As Capelanias Evangélicas, que atuam no Centro de Referência CRT-Aids, alegam que têm sofrido acusações difamatórias por militantes do grupo LGBT (Lésbias, Gays, Bissexuais e Travestis).

A capelã-missionária da Igreja Presbiteriana do Brasil, Eleny Vassao, publicou no site da Associação que os ataques teriam sido feitos através de artigos e comentários publicados na internet, incluindo “A Homofobia (Institucional) Nossa de Cada Dia”, de autoria de Claudio Celso Monteiro Jr. e “Fundamento Religioso Invade Hospitais Brasileiros”, escrito por Ricardo Aguieiras.

Nos textos, os grupos evangélicos são acusados de “homofobia”, “atendimento espiritual de maneira invasiva” e até de “sérias falhas em questões de biossegurança”.

Diretorias de hospitais que recebem assistência das capelanías evangélicas também teriam sido verbalmente atacados pelo grupo LGBT segundo, Eleny.

“Cabe à Igreja Evangélica e à Sociedade Brasileira se manifestar, tanto em defesa deste ministério nos hospitais, com mais 30 anos de história, como também em defesa da liberdade de pensamento e expressão, da verdade e da apresentação do Evangelho em nosso país”, manifestou a capelã.

Eleny diz também que se a igreja se não reagir com agilidade e firmeza à agressão e ousadia destes grupos, toda a Igreja brasileira experimentará esta perseguição e violação aos direitos de liberdade de pensamento, crença e expressão.

Curta-nos no Facebook

Ela acredita que os ataques se originaram de um trecho de seu livro “A Missão da Igreja Frente a AIDS”, publicado há quase 20 anos pela Editora Cultura Cristã.

No site da Associação da Capelania Evangélica Hospitar, são citados dois artigos que defendem os direitos do cidadão.

Um deles é o Artigo 5º constituição brasileira que defende os direitos ao cidadão e a estrangeiros residentes no país a vida, liberdade, igualdade, segurança e propriedade.

O outro é a Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948, que expressa em seu Artigo 18 que todo homem tem direito à liberdade de pensamento, consciência e religião.

O website da www.capelanía.com esta fazendo um baixo assinado para protestar contra estas denúncias. Ainda não foi divulgado se o fato terá consequências judiciais.

  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
  • Wanderlei Silva no TUF Brasil...
Não Perca