The Christian Post > Mundo|Ter, 29 Jan. 2013 12:31 PM EST

Mulheres espantam ladrão clamando ‘em nome de Jesus'

PorJeff Schapiro | Correspondente do The Christian Post tradutor Amanda Gigliotti

Um ladrão armado interrompeu uma festa de jóias em Lake City, na Flórida, na sexta-feira, mas de mãos vazias depois que as mulheres presentes começaram a clamar o nome "Jesus", segundo a polícia.

  • Policial atira em lixeiro
    (Foto: Divulgação)
    Policial atira em lixeiro ao confundir Bíblia com arma

O suspeito, que mais tarde foi identificado como Derick Lee, de 24 anos, supostamente invadiu a casa de Jacquie Hagler durante uma festa de estreia de Jóias com a participação de entre 14 e 18 pessoas (há relatos conflitantes entre News4Jax.com, a polícia local e de Hagler acerca do número exato).

Usando roupas todas de cor escura, incluindo um lenço para cobrir o rosto e um gorro de esqui na cabeça, Lee supostamente entrou no quarto onde a festa estava ocorrendo, apontou uma arma para as mulheres e disse-lhes para dar-lhe o seu dinheiro e telefones.

Pensando que era uma brincadeira e uma parte da festa, uma das mulheres empurrou a arma e disse: "É só uma pistola de água." Lee então gritou com eles, dizendo-lhes que ia atirar em alguém e que não era uma piada. As mulheres o levaram a sério depois que ele mostrou a algumas delas as balas que já carregadas na arma, Hagler disse ao The Christian Post na segunda-feira.

"A ousadia do Senhor veio em mim", disse Hagler. "Levantei-me e eu apenas apontei para a porta da qual ele veio. Eu disse: 'Saia da minha casa em nome de Jesus.'"

Ele as ameaçou de novo, e ela lhe disse para sair mais uma vez antes do resto das mulheres na sala começarem a gritar repetidamente o nome "Jesus". Lee olhou rapidamente ao redor da sala, enquanto eles gritavam, embora Hagler diz que ele não pareceu estar olhando diretamente para alguma das mulheres.

Curta-nos no Facebook

"Eu juro a você, eu acredito que ele viu anjos. Acho que ele viu que estavam do nosso lado, e ele simplesmente se virou. O olhar em seu rosto era apenas, como, de espanto. Ele estava totalmente cativado por tudo o que ele viu. Ele só se virou e saiu correndo pela porta", disse ela.

Com base na descrição do homem fornecida pelas mulheres, os policiais da Lake City vieram com dois possíveis suspeitos que vivem na área imediata. Várias das mulheres identificaram Lee em uma linha de foto como o homem que as havia ameaçado.

Lee também é suspeito de uma tentativa de assalto em separado que ocorreu enquanto a polícia estava investigando a invasão de sua casa mais tarde naquela noite. Uma mulher de 62 anos de idade, disse que um homem vestido de roupas de cor escura, incluindo um gorro de esqui e bandana, apontou uma arma para ela e tentou roubá-la depois que ela usou um ATM walk-up. No entanto, ela gritou com o homem, e ele fugiu a pé.

Agentes prenderam Lee apenas algumas horas após o incidente na casa de Hagler. Ele foi autuado no condado de Columbia Centro de Detenção em uma fiança de US $ 200.000 por roubo com invasão de domicílio.

"Nós apenas estamos louvando a Deus que Ele está recebendo toda essa glória, e que o nome de Jesus, realmente, tem autoridade", disse Hagler. "E Ele diz que Sua Palavra é a verdade e Ele diz que vai estar lá para você [no] tempo de angústia. Quando você chamá-lo, Ele vai estar lá."

  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
  • Wanderlei Silva no TUF Brasil...
Não Perca