The Christian Post > Cristianismo|Qui, 9 Out. 2014 12:50 PM EST

Nicolas Cage não quer revelar sua crença, mas diz que sua carreira se alinha com sua fé

O ator conversou com o CP, e falou de religião ao abordar sobre filme O Apocalipse

PorHamlet Kim | Repórter do The Christian Post tradutor Alexandre Correia

O ator Nicolas Cage, que protagoniza O Apocalipse - O Começo do Fim, remake do filme Deixados Para Trás, revelou as razões por trás de seu envolvimento com o longa-metragem, que aborda o arrebatamento.

  • Nicolas Cage
    (Foto:Divulgação)
    Nicolas Cage é protagonista do longa O Apocalipse - O Começo do Fim, nova versão do filme cristão Deixados para Trás, do ano 2000.

Aos 50 anos, Cage já atuou em filmes de diversos gêneros, que vão de comédias, passando por dramas românticos à ação e ficção científica, incluindo Motoqueiro Fantasma e Cidade dos Anjos, entre os mais conhecidos. Ao abordar sobre o tema de O Apocalipse, enquanto ele permanece calado sobre suas crenças religiosas, o ator revela que sua carreira se alinha com a sua fé.

"Se você olhar para a minha carreira vai ver que não há nenhum segredo para o fato de que eu sou atraído por filmes que não têm medo de tocar em temas espirituais", disse ele à edição em inglês do Christian Post, durante uma conferência por telefone.

"Sem entrar em minha própria espiritualidade pessoal, que é muito sagrada para mim e não para consumo público ou destinado a ser colocado na mídia, eu gosto de deixar que meu trabalho fale por mim. Gosto de encontrar filmes que me permitem explorar estes mundos interiores ou exteriores, através do trabalho, sem ter que realmente falar muito sobre isso”.

Cage acrescentou que ele está familiarizado com o tema do arrebatamento, uma vez que se encontra através da Bíblia, mas o ator aponta que não está acostumado com as produções atuais inspiradas no arrebatamento, como a série The Leftovers, do canal HBO, ou a versão anterior de Deixados Para Trás, de 2001, estrelada pelo ator Kirk Cameron.

"Eu estou familiarizado com o arrebatamento, é claro, mas eu não estou familiarizado com o primeiro filme Deixados Para Trás”, Cage afirmou ao Christian Post.

Curta-nos no Facebook

"Não estou familiarizado com qualquer aspecto fora do que a Bíblia diz. Meu irmão Mark, um pastor cristão, estava animado com o filme e me incentivou a participar da produção. Eu me envolvi por causa do roteiro e da oportunidade, mas quando vi o quanto meu irmão estava envolvido, e eu quis fazer isso por ele também”.

No filme, ele interpreta o papel de Rayford Steele, capitão de um jato jumbo indo para Londres. Steele também é infeliz no casamento e está planejando um encontro com uma jovem aeromoça, quando sua filha descobre seus planos. Quando o voo entra em curso, vários passageiros aparentemente desaparecem em pleno ar. Aos poucos, os passageiros, bem como Steele, começam a tomar consciência das razões pelas quais eles foram deixados para trás. Cage passou então a discutir seu personagem em profundidade, revelando qualidades de Steele, com as quais ele mesmo consegue se identificar.

"Ele é um cara importante, tem um flerte, perde o controle e a visão daquilo que é valioso", disse Cage sobre seu personagem. "Seu amor por sua família, não que ele seja um cara mau, mas ele comete um erro que muitas pessoas fazem quando estão em uma posição de poder. Muitos são atraídos ou seduzidos ou tirados de seus verdadeiros valores internos por algo atraente, ou uma paquera, ou um ‘chamado da natureza’. Eles se perdem. Muitas pessoas fazem isso, mas Ray Steele se volta para a necessidade que tem em sua família, através da experiência. Ele entende o valor da família e só quer ligar para sua filha e dizer ‘eu te amo’. Acho que é de cortar o coração. E se você tem um coração, eu não acho que é possível ver o filme e não ficar um pouco comovido. Quero dizer, há alguns momentos emocionantes, muito tristes".

Quanto ao que me atraiu para o papel do capitão Steele, Cage disse que a mensagem poderosa sobre as qualidades redentoras de ter uma família ressoou fortemente com ele.

"Eu estava muito tomado pela dinâmica familiar que se desenrola no roteiro... isso é o que me atraiu para o projeto, além da oportunidade de trabalhar com Vic Armstrong novamente", disse o ator, referindo-se ao diretor do filme.

"Capitão Steele é uma pessoa que está em uma situação extraordinária e você percebe quais são os seus valores. Ele atinge uma catarse através das experiências do voo extraordinário no qual ele está, e se volta para o seu coração, que é o seu relacionamento com sua família e sua filha. Todos nós cometemos erros, mas em um momento de crise, o que queremos e o que fazemos é nos voltar para a família, e é isso que me atraiu para o papel. Além disso, quando você faz um conjunto extraordinário de circunstâncias parecerem reais, você faz o público acreditar nisso. Passar isso para o público é o desafio. Sempre fui atraído para filmes que se aventuram no desconhecido, e encontram a possiblidade de circunstâncias extraordinárias".

O filme O Apocalipse também conta com as participações de Lea Thompson, conhecida como a mãe do jovem Martin McFly em De Volta Para O Futuro, e Chad Michael Murray, do seriado One Tree Hill. Vale registrar que além ser um remake do filme de 2001, a produção é baseada na série de livros Deixados Para Trás, dos autores Tim LaHaye e Jerry B. Jenkins, que já vendeu mais de 65 milhões de cópias. A estreia do longa está prevista para os cinemas brasileiros durante o próximo dia 23 de outubro.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca