The Christian Post > Mundo|Seg, 27 Mai. 2013 13:44 PM EST

Nova manifestação contra casamento gay na França deixa 20 detidos

PorGiana Guterres | Correspondente do The Christian Post

Mais de cem mil pessoas realizaram um protesto contra o casamento homossexual na França, neste domingo. A manifestação acabou com quase 20 detidos.

  • casamento gay
    (Foto: Reuters)
    Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França.

Os incidentes e confrontos aconteceram no final da marcha de protesto contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Os manifestantes estiveram nas principais ruas de Paris. Durante o dia, antes da manifestação, 96 pessoas já haviam sido detidas.

Os dados sobre a participação mostraram divergências entre a organização e a polícia. Enquanto a polícia francesa indicava 150 mil pessoas na participação, os organizadores alegam que os números passaram de um milhão.

Durante a caminhada, o manifesto também chegou à sede do Partido Socialista, onde uma faixa foi colocada. A mensagem era o pedido de renúncia do presidente François Hollande, que usou o casamento gay como foco de sua campanha eleitoral.

Os momentos de tensão começaram no início da noite, quando a caminhada alcançou o monumento dos inválidos. No local, cerca de 200 a 300 pessoas atacaram as forças de segurança e os jornalistas com pedras, barras de ferro e sinalizadores.

As autoridades emitiram alerta para os organizadores da ‘Manifestação por Todos’ sobre a participação de grupos extremistas de direita. O policiamento foi feito por 4.500 policiais e guardas.

Curta-nos no Facebook

Na próxima quarta-feira será realizada a primeira cerimônia de união entre um casal homoafetivo na França. Vincent Autin, de 40 anos, e Bruno Boileau, de 30, irão se casar no salão de honra da prefeitura de Montpellier, no sul do país.

Estão confirmadas as presenças da ministra de Direitos das Mulheres e porta-voz do governo, Najat Vallaud-Belkacem, e da ministra da Família, Dominique Bertinotti. Duzentos familiares e amigos também devem participar, além de 300 convidados de associações e grupos políticos, além de 130 jornalistas.

"Nosso casamento é muito midiático, o que pode intimidar um pouco, mas estamos cuidando para que a sua finalidade não seja esquecida. O que queremos é a igualdade para todos, que todos possam se casar na prefeitura de suas cidades", disse Bruno Boileau à agência France Presse.

O país foi o 14° no mundo a legalizar o casamento homossexual em 18 de maio deste ano.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca