The Christian Post > Cristianismo|Qua, 6 Ago. 2014 11:00 AM EST

O pastor Rick Warren credita 'o modelo de discipulado de Jesus', ao crescimento de sua igreja

O renomado pastor dos EUA diz que grandes multidões não impressionam

PorHamlet Kim | Repórter do The Christian Post tradutor Alexandre Correia

“Ter uma grande igreja não importa a não ser que as pessoas estejam sendo discipuladas e crescendo com propósito”, disse o pastor Rick Warren durante a LiderVision, uma conferência de pastores hispânicos, em Los Angeles (EUA).

  • rick-warren
    (Foto: Divulgação/Desiring God)
    Rick Warren é pastor da Igreja Saddleback.

Warren, cuja Igreja Saddleback possui cerca de 25 mil pessoas, diz que ter uma massa de adeptos que só conta se o pastor da igreja tem o propósito e o processo certos, e se é a pessoa certa para liderar.

"Eu não estou impressionado com as multidões, porque uma multidão não é uma igreja. Eu não sou contra multidões, mas você só pode transformá-los em uma igreja, se você tem um processo", disse ele.

A mensagem de Warren focou na importância da implementação de um processo estruturado para os membros da igreja, quando esses passam de descrentes a crentes, e seu amadurecimento como cristãos a fim de desenvolver seus ministérios.

Da mesma forma que os indivíduos passam por crescimento físico, cada cristão deve passar por vários estágios de crescimento espiritual, como Warren bem observou. Ele também deu uma visão sobre o “segredo” da congregação de Saddleback, observando que durante os seus 34 anos, a igreja tornou-se um sucesso por causa de seu propósito geral.

Ele observou que, na Bíblia, Jesus diz a seus discípulos a segui-lo, começando sem nenhum compromisso. No entanto, ao longo do tempo, ele começa a dar-lhes regras as quais devem aderir, entre elas os convoca a cada um tomar a sua cruz e morrer.

Curta-nos no Facebook

"O negócio da igreja é mover as pessoas do ‘vir e ver’ para ‘vir e morrer’, é o segredo da igreja Saddleback. Chamamos isso de ‘o modelo de Jesus’”, disse Warren.

Ele acrescentou: "As primeiras palavras do ministério de Jesus foram: ‘vinde e vede’. Este é o começo de todo o ministério e deve ser a primeira coisa que sua igreja diz à sua comunidade. Ele permite muito pouco compromisso. É um convite abrangente e quando você diz isso para o perdido, você não tem muito a dizer ou oferecer qualquer coisa".

Warren notou que apesar da grande multidão de sua Igreja Saddleback, ainda aprende com seus erros e segue os cinco propósitos da congregação, como observado ao longo dos livros de Atos 2, João 17 e Efésios 4, que também são melhor explicadas dentro do grande mandamento e a grande comissão.

Ele disse que o primeiro propósito da igreja é amar a Deus de todo o coração, que é considerado culto, não importando se um indivíduo está sozinho ou em uma multidão. A segunda é sobre amar o teu próximo, observou.

Enquanto esses dois propósitos são do grande mandamento, Warren explicou que os outros três derivam da grande comissão que é ir fazer discípulos, batizando-os no corpo de Cristo e ensinar-lhes tudo o que um indivíduo sabe sobre Jesus.

Além da construção de sua igreja com um propósito, Warren observa que ele fez questão de viver a sua vida da mesma forma. Ele também disse que seu filho falecido Matthew tomou a mesma abordagem antes de cometer suicídio devido a doença mental no ano passado.

"Meu filho tinha um coração terno, mas um cérebro torturado. Quando ele morreu, eu recebi cerca de 35 mil cartas de pessoas e não eram notas de presidentes, reis e rainhas. O que mais significou para mim, é que foram notas de pessoas que Matthew levou a Cristo", disse Warren.

Mesmo que o ano passado tenha sido "o pior" de sua vida, Warren diz que foi o melhor ano para a igreja. Apesar de não comparecer ou pregar na igreja por quatro meses, após a morte de seu filho, Saddleback cresceu 4 mil pessoas e batizou mais de 3 mil novos crentes, disse ele.

Ele também mencionou o tema da morte de seu filho ao notar que "Quando a igreja é construída sobre o modelo de discipulado de Jesus, que continua crescendo, mesmo quando o líder está com dor e não está presente".

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca