The Christian Post > Opiniões|Ter, 4 Fev. 2014 13:11 PM EST

Os testes antes de impor as mãos e escolher homens de Deus

PorÁdryan Krysnamurt | Especial para o CP

Me lembro quando eu era professor na Assembléia de Deus, ouvi numa reunião que um pastor tinha por volta de 60 obreiros e um destes seria indicado a evangelista (na denominação assembleiana evangelista na visão deles é quase ‘pastor’) no final de ano (como de costume).

Para isso o responsável pela congregação fez um teste com um de seus presbíteros. Chamou-o e pediu a ele se poderia no domingo antes do congresso auxiliar na limpeza do templo pois nenhuma outra pessoa poderia fazer isso no final de semana.

Resultado: ele ficou chateado, pois queria muito ser pastor e de repente se depara com o seu líder pedindo para varrer o chão? Ele ficou muito triste e no domingo não apareceu para ajudar. Pois bem, foi reprovado, mal sabia ele que estava sendo testado para ocupar o posto que tanto almejava.

O posicionamento da Igreja Orgânica é sem clero, sem hiearquia, sem nicolaísmo, mas citei o exemplo acima para entenderem a temática abordada.
"A ninguém imponhas precipitadamente as mãos, nem participes dos pecados alheios; conserva-te a ti mesmo puro." 1 Timóteo 5:22

Paulo certa vez usou o esporte como ilustração, vou fazer o mesmo.

Vi um post no G1 estes dias sobre o técnico da seleção brasileira de futebol, Luiz Felipe Scolari, onde ele dizia que antes da grande conquista do pentacampeonato no ano de 2002, ele estava muito nervoso sobre a lista dos convocados para a Copa das Coréias e Japão, pois haviam algumas dúvidas em chamar ou não determinados jogadores.

Curta-nos no Facebook

Neste período de grande stress, Felipão fazia terapia com uma psicóloga, e como a cura está no verbalizar e exteriorizar tudo que está no coração, o técnico contava tudo (imagino eu) para a profissional de psicologia.

Agora (eu, Akel) vou conjecturar: e nesse desabafo a psicóloga resolveu dar uma ajudinha para o Felipão. Ora, se a dúvida é em quem convocar, é porque ambos os jogadores jogam bem em campo, ou seja, a dúvida não era em campo, então imagino eu a psicóloga ter dado uma ideia ao líder da seleção Brasileira na época: se em campo e no futebol a dúvida continua, precisamos criar um fator de desempate. Que tal a parte emocional e psicológica que é essencial num torneio tão importante?

Scolari tem a seu favor a mídia. Pois bem, basta ele pronuciar algo na mídia ou diretamente ao jogador (que é uma dúvida para a convocação), algo que provoque uma reação do atleta e assim atestar seu emocional para a competição, se é apto ou inapto.

Vou explicar usando um caso recente. Agora, para a Copa do Mundo no Brasil em 2014, Felipão tem 25 jogadores, e destes deverá convocar apenas 23. Como escolher esta lista? Quando um deles se machucam, a dúvida é vencida, pois obviamente com jogador contundido precisará do reserva. Entre essas dúvidas está o nosso irmão Kaká.

Me parece, digo eu Akel, conjecturando, que existe algum psicólogo aconselhando Felipão novamente, pois semana passada ele nitidamente usou a mídia para jogar ao mundo frases fortes como: “ Jogador malandro tem e muita chance comigo. Eu também gosto de capirinha, de samba. Os jogadores que são malandros, espertos, vividos, que dão uma volta em você de vez em quando, são bons porque fecham contigo. Já os que tem cara de santinho, calma, não são assim.”

Ou seja, claramente isso foi uma enorme direta para o Kaká, que é uma das dúvidas para a Copa, isto é, ele foi provocado pelo Felipão, para saber seu emocional. Isso é muito usado nas empresas e nos quartéis militares.

Bastava uma twitada do Kaká, uma entrevista, uma palavra que esboçasse uma reação de tristeza, mágoa, soberba e etc.. Para que ele fosse eliminado da lista e não fosse mais uma dúvida para o técnico brasileiro. Como Kaká sempre é humilde, e tem um largo histórico de humildade e subordinação aos superiores, sobretudo um excelente pai, marido e amigo, deve ter visto as frases de Felipão se espalharem pela internet, e humildemente respeitou e silenciou, mostrando seu trabalho em campo como sempre fez.

E agora? Coincidentemente ou não, uma semana depois da frase desanimadora de Felipão, Kaká será assistido domingo diretamente da arquibancada do estádio em Milão pelo técnico brasileiro que em um dos seus três jogos de observação na Europa será a primazia para uma possível convocação.
Parafraseando: Kaká resistiu a provocação emocional e possivelmente ganhará a vaga para a Copa, desde que claro, jogue bem e não se machuque.

Compreendeu caro leitor?

A Igreja é constituída de presbíteros e diáconos.

Presbiteros: irmãos com idade, não neófitos, que administram as reuniões, nada a ver com cargos, são apenas funções de organização nos encontros como Igreja. Diáconos: irmãos auxiliares, que ajudam os presbíteros. Foram escolhidos justamente para servir as mesas nas Ceias (refeições) - Atos 6. Só deixando claro que Romanos 13 é autoridade social e não eclesiástica. E o nosso ancião Pedro, deixou claro em 1ª Pe 5: não façam nada por dinheiro e não dominem o povo.

Conclusão: para não impormos as mãos precipitadamente, escolhendo pessoas despreparadas que nos darão muita dor de cabeça, é necessário provar os espíritos, discernir, testar. Muitos não sabem ouvir ‘não’, só sabem ouvir ‘sim’. Nesse processo de escolha é imprescindível atentarmos, observando com cuidado e amor cada pessoa. Eles precisam governar bem sua casa, não serem dados ao vinho e irrepreensíveis. Lembram destes conselhos paulinos?

Então vamos lá! Escolher boas pessoas, de caráter, que não vendem o evangelho, mas entenderam que ele é da Graça e de graça!

Ádryan Krysnamurt Edin da Luz é o líder do ministério Eu quero uma igreja, um movimento que propõe uma nova Reforma Protestante, acesse euqueroumaigreja.com
  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca