The Christian Post > Mundo|Qua, 20 Fev. 2013 09:33 AM EST

Oscar Pistorius pede perdão a Deus e chora com Pastor

PorAmanda Gigliotti | Repórter do The Christian Post

Suspeito da morte de sua namorada, a modelo Reeva Steenkamp, desde a última quinta-feira, Oscar Pistorius esteve em audiência nesta quarta-feira e deve continuar sob custódia da Justiça de seu país, África do Sul.

  • Oscar Pistorius e a namorada Reeva Steenkamp
    (Foto: Reuters/Thembani Makhubele)
    Oscar Pistorius e a namorada Reeva Steenkamp em Joanesburgo, em 7 de fevereiro de 2013.

Neste domingo, o atleta recebeu a visita de um pastor da província do Cabo Setentrional, no noroeste da África do Sul. O pastor Wilson entrou com sua filha na cela e deu as mãos para Oscar e agradeceram a deus e pediram por perdão. AJ Wilson, como é conhecido, afirmou que o atleta chorava enquanto orava.

“Ele apenas chorava. Choramos juntos diante das circunstâncias que ele está enfrentando. Minha filha, Oscar e eu juntamos as mãos e agradecemos a Deus. Podemos fazer 99% das coisas de forma correta nas nossas vidas e cometer um deslize que todo mundo vai se lembrar. Oramos, pedimos a Deus por perdão e que confiássemos Nele para cuidar do julgamento e não nos deixar perder a lembrança do quão herói Pistorius é”, comentou o Wilson, de acordo com o IOL.

Wilson disse que havia recebido orientação do Espírito Santo para que fosse ir falar com Pistorius. “Eu não sou nada, eu não sou ninguém. Eu sou uma pessoa solitária apenas. Eu somente faço o que o Senhor me diz para eu fazer e Ele me disse vem aqui”, afirmou.

Um outro pastor da Igreja Community Character Courage (3C) também visitou o atleta no início da tarde de domingo. Entretanto, ele não deu comentários afirmando que a situação era muito delicada.

Pistorius foi acusado de atirar propositalmente em sua namorada na madrugada da última quinta-feira, na sua mansão. De acordo com a polícia local, Reeva foi morta no banheiro com quatro tiros.

Curta-nos no Facebook

Testemunhas afirmam que ouviram o casal discutindo momentos antes de ouvir os disparos. De acordo com o jornal Beeld, a polícia foi chamada duas horas antes do crime.

Um amigo de Pistorius afirmou que ele ligou depois do crime, dizendo: “Meu bebê, eu matei meu bebê. Deus, me leva”, segundo o jornal inglês The Sun.

Pistorius e Reeva namoravam há um ano. O funeral de Steenkamp aconteceu nesta terça-feira, na cidade de Port Elizabeth.

  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
  • Wanderlei Silva no TUF Brasil...
Não Perca