The Christian Post > Mundo|Seg, 11 Fev. 2013 09:44 AM EST

Papa Bento XVI pede renúncia

PorGiana Guterres | Correspondente do The Christian Post

Durante o consistório para a canonização de dois mártires, realizado nesse domingo – 10 de fevereiro, o Papa Bento XVI anunciou pessoalmente sua renúncia. O Papa renunciará seu pontificado oficialmente em 28 de fevereiro. O Vaticano confirmou a notícia, informando que o papado ficará vago até a escolha do sucessor.

  • papa bento XVI
    (Foto: Reuters)
    Papa Bento XVI.

No anúncio do Papa Bento XVI, que tem 85 anos, o mesmo alegou que deixará a liderança da Igreja Católica Apostólica Romana devido à idade avançada. Segundo o comunicado do pontífice, “por não ter mais forças” para exercer o cargo e que está “totalmente consciente” da consequência de seu gesto.

"Por essa razão, e bem consciente da seriedade desse ato, com total liberdade declaro que renuncio ao ministério como Bispo de Roma, sucessor de São Pedro", disse Joseph Ratzinger, segundo comunicado do Vaticano.

O pronunciamento, feito em discurso proferido em latim, informa que a renúncia do seu ministério será feita às 20h de 28 de fevereiro – 16h no horário de Brasília. De acordo com o padre Frederico Lombardi – porta-voz do Vaticano, começará assim um período de ‘sede vacante’.

No site do Vaticano, já há a informação de que a nova eleição para o sucessor será feita em março. No país natal do Papa, Alemanha, a chanceler Angela Merkel disse que está “emocionada”. Mais tarde deverá se pronunciar publicamente sobre o fato.

A última renúncia feita por um papa foi registrada em 1415. O último pontífice a abdicar o cargo havia sido Papa Gregório XII. Já o primeiro registro de renúncia foi a do Papa Ponciano, que ficou no cargo de 230 a 235 d.C.

Curta-nos no Facebook

Durante a Sé Vacante, período que transcorre entre a morte ou renúncia de um papa, os assuntos relacionados à igreja ficam sob responsabilidade do Cardeal Decano ou Camerlengo. O mesmo convoca o conclave, local para reuniões secretas, que reúne todos os 120 cardeais da Igreja Católica no Vaticano. Os cardeais ficam isolados em celas particulares e durante nove dias – ou pelo tempo que for necessário – se encontram duas vezes por dia para votar na Capela Sistina.

A votação é secreta e feita em papel, e acaba quando há a maioria de votos. Após cada sessão, os papéis da votação são queimados. Se a fumaça for escura não há ainda definição do sucessor, porém quando a fumaça branca surge a votação já foi encerrada e o novo papa escolhido. O pontífice é anunciado com a frase em latim “Habemus papam”.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca