The Christian Post > Cristianismo|Ter, 14 Jan. 2014 05:46 AM EST

Papa é criticado e elogiado por batizar filho de pais solteiros, e incentivar amamentação na cerimônia

O líder da Igreja Católica promoveu um batizado de 32 bebês neste último fim de semana

PorLuciano Portela | Repórter do The Christian Post

O Papa Francisco foi criticado e elogiado ao mesmo tempo, por ter tomado a iniciativa de batizar uma criança filha de um casal visto como "solteiro" pela Igreja Católica, além de incentivar a amamentação dentro da Capela Sistina, no Palácio Apostólico do Vaticano.

  • papa
    (Foto: Reuters/Alessandro Bianchi)
    Papa Francisco é o líder católico desde início de 2013, sucedendo Bento XVI.

O líder da Igreja Católica promoveu um batizado de 32 bebês neste último fim de semana, e entre eles havia a pequena Giulia Scardia, de apenas sete meses de idade, filha de uma relação registrada apenas em cartório, de acordo com a agência de notícias Reuters.

O casal de pais concebeu seu matrimônio apenas por meio de um serviço público de uma prefeitura na Itália, e este tipo de casamento, longe do culto da igreja, não é validado pelo catolicismo. No entanto, o papa ressaltou que a filha não deveria ser colocada em uma segunda classe de fiéis por conta disso.

Para justificar sua situação com o marido, Nicoletta, a mãe de Giulia, afirmou que ela não se casou na igreja pelo fato do casal não ter se unido de forma muito rápida, sem "tempo hábil para organizar uma cerimônia na igreja", relatou ela ao jornal italiano Corriere della Sera.

A decisão do papa criou uma enorme controvérsia entre os críticos, que se opuseram com opiniões que por um lado defendem o direito de uma criança ser recebida com o sacramento do batismo independente dos pais, e outro lado que questiona uma possível quebra da unidade familiar.

Para completar, o Papa Francisco também causou alvoroço ao convidar as mães a amamentarem seus filhos durante a cerimônia do batismo, ao percebe que as crianças poderiam estar com fome e não haveria razão para não alimentá-los.

Curta-nos no Facebook

"Hoje o coro irá cantar, com o coro das crianças que vão fazer muito barulho. Alguns vão chorar, pois elas não se sentem confortáveis por estarem com fome. Mas se estiverem com fome, mães, os alimente, sem pensar duas vezes. Pois são as pessoas mais importantes aqui", afirmou o pontífice.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca