The Christian Post > Entretenimento|Sex, 6 Abr. 2012 09:43 AM EST

Para nossa alegria: Banda Catedral volta a tocar “Galhos Secos” em shows a pedido de fãs

PorKeyla Cezini | Correspondente do The Christian Post

De acordo com os integrantes da Banda Catedral, “Galhos Secos” está de volta aos shows, a pedido dos fãs.

  • Para Nossa Alegria: dupla assina contrato com gravadora
    (Foto: Reprodução You Tube)
    Para Nossa Alegria: dupla assina contrato com gravadora

Kim, Júlio e Guilherme, dizem que se viram obrigados a recolocar a canção no repertório depois que o vídeo em que Jefferson, Mara e Suelen aparecem cantando o louvor se espalhou pela internet.

O vídeo já contabilizou mais de 14 milhões de acessos no YouTube e deixou a canção “Galhos Secos” conhecida como “Para Nossa Alegria”. A expressão também virou bordão da internet e inspiração para ‘memes’.

"Estamos sendo obrigados a voltar a tocar. Os fãs estão pedindo muito", contou, vocalista do Catedral, Kim, em entrevista ao portal de notícias G1.

"Queremos fugir do lance cômico. O pessoal curtiu a música e está procurando saber como ela é mesmo. Viram um vídeo engraçado, mas a música e a letra despertaram um interesse na galera", completou.

Nos shows o trio divulga seu novo disco "Maior idade musical", com o qual comemora 22 anos de carreira.

Curta-nos no Facebook

“Galhos secos” já fez parte do repertório de diversos artistas. A canção foi lançada em 1970, pela banda Exodos. Já o Catedral a gravou em 1993.

A banda deu uma roupagem mais roqueira à canção, que fez parte do disco duplo "Está consumado". A versão do Catedral foi a de maior sucesso.

A música também já foi gravada pela banda Som Maior.

Canção composta aos 13 anos

O autor da canção, Osvayr Agreste, que fez parte da banda Exodos, escreveu “Galhos Secos” quando tinha apenas 13 anos. Segundo ele, foi sua primeira composição.

Agreste recorda que a canção foi composta para ser tocada em uma Igreja Batista de Pirituba, na Zona Norte de São Paulo.

"Tínhamos amigos que estavam entrando no caminho das drogas, por causa dos festivais, do amor livre, do movimento hippie. Eles fumavam maconha, usavam entorpecentes. Escrevi a música por causa da vontade de falar do amor de Deus de uma forma diferente”, contou em entrevista ao G1.

Segundo ele, a letra foi escrita para "pegar pessoas destruídas e mortas e trazê-las de novo para a vida e para a sociedade". "Ela virou um hino das casas de recuperação", destacou.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca