The Christian Post > Cristianismo|Ter, 23 Abr. 2013 16:26 PM EST

Pastor afirma que se fosse Deus daria um derrame para Marco Feliciano

PorSarah Curty | Correspondente do The Christian Post

Marcos Amaral, pastor da igreja Presbiteriana e presidente do Presbitério de Jacarepaguá e do Sínodo da Guanabara, no Rio de Janeiro, escreveu em seu blog, na última sexta-feira, que se fosse Deus, “colocaria o pastor [Marco Feliciano] para ter derrame”.

  • amaral
    (Foto: Divulgação)
    Pastor presbiteriano Marcos Amaral

Ele pede perdão pela “indelicadeza, heresia e falta de modéstia” e continua, justificando a escolha de dar uma doença a Feliciano. “Com isso, talvez, tivesse a generosidade necessária para com todo aquele que necessita, merece e requer proteção, como nós evangélicos que um dia fomos minoria, e ansiamos ser respeitados e tratados como iguais, como hoje se vê, após décadas de dor, sofrimento e até mesmo perda de vidas”, escreve o pastor.

Ele cita os recentes acontecimentos recentes que tomaram conta do noticiário brasileiro, como a renúncia do papa Bento XVI, a morte dos cantores Chorão e Emílio Santiago e do ex-presidente venezuelano Hugo Chávez e o ataque na maratona de Boston e afirma que se fosse Deus, “faria muito melhor do que Ele”.

Além de adoecer Feliciano, Amaral afirma que faria Emílio Santiago cantar para o papa que, talvez não deixasse de renunciar. Os ataques a Boston não ocorreriam e a cidade só conheceria a celebração.

“O Chorão seria o presidente da tal comissão [de Direitos Humanos e Minorias da qual Feliciano é presidente], pois suas poéticas canções apontam para um mundo cheio de vida, respeito e esperança. O Hugo Chávez, por mim, estaria vibrante e símbolo da esperança de uma América Latina sofrida e cansada de espólio e enganos dos oportunistas patrícios ou gringos”, completa o texto do pastor.

O artigo deixou muitos leitores e líderes evangélicos chocados. No seu Twitter, a psicóloga Marisa Lobo escreveu: "Esse é o próprio enviado de satanás, SÓ PODE . Pastor presbiteriano diz que @marcofeliciano merece um derrame?..."

Curta-nos no Facebook

O leitor João Eduardo comentou: “Que lamentável decepção (...), a simples suposição de achar ‘que se eu fosse Deus eu faria melhor do que Ele’ já é uma demonstração de afronta ao ser divino”.

O pastor Anselmo Melo escreveu: “Sou de origem Presbiteriana. Ainda cultivo boas amizades com pastores Presbiterianos. Não tive o desprazer de conhecê-lo. Fiquei aqui pensando, como alguém que advoga em nome de Deus e de uma denominação com a grandeza da IPB pode dizer em público uma sandice como essa (desejar uma doença para outrem)”.

Outros leitores ainda o chamaram de herege, infame, intolerante. O comentário que mais chama a atenção, no entanto, é o do leitor Alessandro que foi apoiado por diversos outros leitores. Ele escreveu que se fosse Deus permitiria que tudo o que realmente aconteceu acontecesse, mas se fosse o diabo “talvez achasse que pudesse fazer melhor que Deus, e imporia um derrame num Pastor por defender o que a Bíblia defende”.

Apesar de polêmico, Marco Amaralfoi citado como referência em luta contra o preconceito pelo jornal Extra em 2011.

O pastor Marcos Amaral ainda não se pronunciou sobre suas declarações. 

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca