The Christian Post > Tecnologia|Dom, 12 Set. 2010 17:48 PM EST

Pastor Brasileiro nos EUA Fala do Seminário Teológico em Língua Portuguesa

PorAndrea Madambashi | Repórter do The Christian Post

Em entrevista ao The Christian Post, o Pastor William de Camargo Silva, um dos pastores da Igreja Brasileira da Bay Area, em Corte Madera, Califórnia, fala sobre um projeto de educação teológica na região da Califórnia para as pessoas de fala portuguesa.

O Instituto Teológico Internacional da Bay Area, é um projeto de ensino para a formação básica em Teologia em São Francisco, ministrado em língua Portuguesa. O Pastor William Silva, que é um dos professores do seminário, explicou que o projeto surgiu da idéia de um pastor, que já não se encontra na Igreja, e é suportado pelo Seminário Batista Golden Gate de São Francisco, Califórnia.

“Não é um curso com bacharelado completo mas é um curso para quem quer dar os seus primeiros passos para aprender teologia,” explicou o pastor na entrevista.

O curso é extensão do Seminário Batista Golden Gate, no qual eles recebem todo o apoio para o funcionamento do curso teológico. Os estudantes que se formarem na primeira fase do seminário, aproximadamente dez matérias, receberão o diploma dado pelo Seminário Golden Gate. "Eles são estudantes de nossa Igreja, mas são estudantes do Seminário (Goldem Gate)."

Perguntado sobre a missão e foco do projeto de ensino o Pastor comenta que o Cristão é uma raça em extinção, e é necessário gerar mais discípulos. Ele mencionou isso porque ele ouviu de um professor em sua Universidade e agregou,“Se nós não gerarmos discípulos os Cristãos vão sumir da terra,” disse ele. Ele ressalta que “Como Cristãos nós temos a função de gerar mais Cristãos. Somente assim nós damos perpetualidade à obra de Cristo.”

“E como Igreja eu vejo que nós temos que gerar os ministros de amanhã. E a gente gera eles através do preparo, preparando eles...”

Curta-nos no Facebook

O pastor diz que a intenção da Igreja e do seminário é preparar os estudantes para que eles possam desenvolver o ministério da Igreja. Ao mesmo tempo ele informa que isso vai gerar os ministros para as próximas gerações de pregadores, doutores, profetas e missionários.

Sobre a contribuição do curso para a sociedade brasileira nos Estados Unidos, na sua realidade política e social, ele falou sobre o importante papel espiritual e social da Igreja.

 “A Igreja através da história sempre desenvolveu o seu papel espiritual, ela sempre desenvolveu o seu papel social e de certa forma até mesmo influenciando politicamente decisões tomadas em várias áreas, decisões éticas e decisões morais,” comentou.

O seminário também possui matérias que abordam temas relacionados às missões e atividades evangelísticas, necessárias para o preparo de um obreiro.

 “A aula que nós terminamos há mais ou menos poucas semanas atrás, 3 ou 4 semanas atrás, era justamente 'Evangelismo e Missões.' Ela foi ministrada pela missionária Katia, Katia Monteiro, que foi missionária na áfrica, creio que em Moçambique.”

Segundo o pastor o curso servirá a Igreja brasileira local a curto prazo. “A perspectiva imediata é servir a Igreja local. é servir, ensinar aqueles que de certa forma sentem o chamado de Deus para a obra. Eu creio que muitas Universidades que hoje existem, elas não nasceram sonhando em ser uma grande Universidade.”

Entretanto, as perspectivas do curso daqui a alguns anos, é de que haverá uma mudança com relação à etnia e fala das pessoas a qual o curso se enfocará. Baseando-se no que ocorreu em outras Igrejas para imigrantes, ele prevê que a comunidade brasileira vai mudar com o passar dos anos e a Igreja deverá mudar de imigrante brasileiro para americano. Isso implica que o seminário terá um enfoque internacional, e por isso enfatiza que o nome do seminário é “Instituto Teológico Internacional da Bay Area.”

“...Essas gerações que estão vindo, dentro de dez quinze anos, a tendência deles já não é estar mais dentro de uma Igreja de língua portuguesa. A Igreja vai ter que passar por uma transição entre a Igreja imigrante para a Igreja americana dentro dos EUA. Isso aconteceu em várias Igrejas aqui,” informou o pastor.

Para finalizar ele enfatiza o chamado para as pessoas, dizendo que há pessoas que são chamadas para o ministério. “Muitas pessoas estudam porque querem aprender, mas muitos estudam porque tem um chamado para o ministério.” Fazendo a analogia com o convite de casamento que possui requisitos para entrar na cerimônia, ele diz que as pessoas somente estarão aptas se elas forem com as roupas requeridas.

“Assim também é o chamado nosso, nós podemos até receber o convite de Deus, mas eu creio que eu só estou apto quando eu falo o que é que eu tenho que fazer, quais são as coisas que estão adicionadas à esse convite, e o que é que eu preciso para validar esse convite na minha vida,” declarou o pastor.

O pastor William dá suas palavras de motivação para a comunidade brasileira imigrante, “A minha motivação seria, conhecer Jesus cada vez mais. Crescer no conhecimento e na graça do nosso senhor Jesus Cristo. Isso que a Bíblia nos chama, para crescer no conhecimento e na graça.”

Enfatizando o chamado ele diretamente os convida a conhecerem a Cristo.

“Tenha desejo de conhecer mais. Tenha desejo de conhecer a Cristo. Tenha desejo de preparar as pessoas. Tenha desejo de ver as pessoas crescer (sic), e tenha não somente desejo mas coloque esse desejo em prática.”

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca