The Christian Post > Cristianismo|Seg, 13 Dez. 2010 18:28 PM EST

Pastor de Dallas Responde à Controvérsia do 'GrinchAlert'

PorLawrence D. Jones | Repórter do Christian Post tradutor Catarina Cruz Silva

Uma Igreja de Dallas, cansada do politicamente correto com relação ao Natal, lançou um sítio de internet para informar o negócio “maldoso” que deixa de reconhecer o significado religioso do feriado. O sítio recebeu alguns comentários negativos por parte dos Cristãos que afirmam que a Igreja deveria focar-se no Evangelho.

“Apercebi-me que dizer “Feliz Natal” não levará ninguém para o céu,” disse o Pastor Robert Jeffress da First Baptist Church of Dallas após o seu sermão, no Domingo. “Acredito que a nossa nação será mais saudável como nação com um conhecimento público de Deus do que somos se permitirmos aos secularistas, aos ateístas, aos infiéis removerem qualquer menção de Deus da nossa arena pública e é essa a razão que faço isto.”

Jeffress começou recentemente o GrinchAlert.com para ajudar a manter Cristo no Natal.

O sítio, que recebeu muita atenção por parte da comunicação social, pede aos utilizadores para colocarem empresas que celebram o Natal na sua interação pública, marketing ou publicidade na lista dos bens comportados. Os negócios que agem como um “Grinch” ou “usam mal o politicamente correto para parar a celebração do Natal” são postos na lista dos maldosos.

Pessoas de toda a nação, não só no Texas, podem relatar a sua experiência.

Até agora, os utilizadores colocaram na lista cinco vezes mais negócios bem comportados do que maldosos. Cerca de 100 negócios foram elogiados pelas suas expressões públicas do Natal enquanto 18 deixaram os clientes desiludidos.

Curta-nos no Facebook

Walmart fez a lista dos bem comportados. Um casal de Hickory, N.C., ficou satisfeito que um homem desejou-lhes “Feliz Natal” enquanto passavam pela seção de produção.

A política de Nordstrom de se dizer “Boas Férias” em vez de “Feliz Natal” não impressionou um cliente que a colocou na lista dos maldosos.

A loja Target apareceu em ambas as listas. Um cliente em Appleton, Wisconsin, gostou do fato de a loja ter grandes posters dizendo “Feliz Natal” e o empregado da foto desejando um “Feliz Natal.” Outro cliente não gostou que uma loja Target não tivesse objetos de Natal com a Família Sagrada, mas sim objetos com bonecos de neve, papais noéis, flocos de neve, pássaros e purpurinas.

Os utilizadores do sítio são convidados a refutar qualquer listagem que eles achem incorreto.

Relatos recentes de Rasmussen dizem que 69% dos Americanos preferem ser cumprimentados por sinais que digam “Feliz Natal” em vez de “Boas férias.” Contudo, a empresa das sondagens também descobriu que 58% das pessoas desejam “Boas Férias” em vez de “Feliz Natal.”

Ao criar o GrinchAlert.com, Jeffress disse que queria simplesmente reconhecer negócios que dão valor ao Natal e aqueles que cedem à pressão do politicamente correto. Pensou que o website seria uma “maneira engraçada de tornar sério o fato de o Natal ser único.”

Ficou surpreendido com as críticas daqueles que se consideram Cristãos conservadores.

O Pastor concordou que a missão primária dos Cristãos é partilhar Cristo, mas reparou que “para fazer isso temos de ter a certeza que esta cultura não se auto destrói… [ou] apodrece prematuramente.”

Jesus disse que “vós sóis o sal do mundo,” disse no Domingo. “O sal era um conservante.”

“É isso que os Cristãos estão prestes a ser nesta sociedade,” acrescentou, realçando que os crentes precisam de impedir a podridão do mundo de modo a ter tempo para partilhar o Evangelho de Jesus Cristo.

“Não estou ansioso por ter a bandeira branca de rendição e dar ao país aos ateístas,” disse ao som dos aplausos da sua congregação.

Outras organizações cristãs são conhecidas por elaborarem listas semelhantes àquela do GrinchAlert.com.

Liberty Counsel lançou uma lista dos bem comportados e dos maldosos durante a sua campanha natalícia anual “Friend or Foe.”

Ao contrário da campanha de Jeffress, o grupo cristão legal Fla encoraja os apoiantes a dizerem aos empresários que irão fazer compras noutro lugar se as lojas não alterarem os seus modos.

O grupo relatou vários sucessos da campanha deste ano, dizendo que Best Buy e Disney.com passaram para a lista dos bem comportados depois das empresas começarem a festejar o Natal.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca