The Christian Post > Cotidiano|Ter, 27 Nov. 2012 11:57 AM EST

Pastor é suspeito de ter abusado de seis meninas de sua congregação

PorLuana Santiago | Correspondente do The Christian Post

Um pastor de Ariquemes, RO, é acusado de abusar sexualmente de crianças que frequentam sua congregação.

  • Pastor é preso por agressão
    (Foto:Divulgação)
    Pastor é preso por agressão

Quatro mães da Igreja de Deus Pentecostal do Brasil denunciaram o pastor evangélico por ter abusado sexualmente de suas filhas, que seriam no total seis crianças com idades de 7 a 11 anos. Uma das crianças possui síndrome de down.

De acordo com a mãe de duas vítimas, o primeiro caso foi descoberto no fim de agosto, quando uma criança de 10 anos revelou os abusos sexuais do pastor. Deste então, novos casos foram aparecendo e causou a revolta da comunidade.

A mãe que não quis ser identificada relatou que assim que soube do abuso, ligou para esposa do pastor que levantou a possibilidade da filha estar mentindo. Ela ainda conta que uma reunião entre os envolvidos foi marcada na igreja, onde segundo ela, o pastor teria assumido o ato.

“Eles começaram a conversar conosco e disseram que tínhamos que perdoá-lo (pastor Sergio). Depois ele [o pastor] chegou e confessou que havia beijado a menina e passado a mão no corpo dela e disse que este era o lado podre do Evangelho”, lembra.

Ainda segundo a mãe, na reunião, o pastor teria dito que iria se entregar à polícia, enquanto a esposa Raimunda chorava e pedia para ela não registrar boletim de ocorrência.

Curta-nos no Facebook

“Saímos da reunião direto para delegacia para registrar ocorrência."

Segundo publicação G1, o pastor Sérgio Galvão, chegou a ser preso no dia 31 de outubro, mas obteve liberdade provisória e foi liberado no dia 14 de novembro.

O promotor de Justiça Elias Chaquian, da 2ª Promotoria de Justiça de Ariquemes, afirma que o pastor está respondendo por estupro de vulnerável, e que apesar da liberdade provisória, deverá permanecer com distância mínima de 500 metros das vítimas.

“Se estes abusos tiverem acontecido com outras crianças, as mães devem denunciar na Delegacia da Mulher ou no MP”, alerta o promotor.

Corina Fernandes Pereira, advogada do pastor diz que seu cliente é inocente e que uma das mães estaria manipulando as outras para culpá-lo.

“Temos registros de mensagens de celular, onde mães pedem desculpas à esposa do pastor Sergio, pelas declarações e diz que uma mãe estaria influenciando a situação”, afirmou.

  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
  • Wanderlei Silva no TUF Brasil...
Não Perca