The Christian Post > Cristianismo|Qua, 12 Fev. 2014 19:41 PM EST

Pastor gera polêmica por 'odiar Barack Obama', criticar Nicolas Cage e pedir execução de gays

O pastor também criticou a crença de outros cristãos famosos como Mel Gibson e Justin Bieber

PorLuciano Portela | Repórter do The Christian Post

Pastor da Igreja Batista Palavra da Fé de Tempe, Arizona (EUA), Steven Anderson tem causado bastante polêmica com seus discursos voltados a acusar o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pedir pela execução de homossexuais e criticar o ator Nicolas Cage.

  • Nicolas Cage
    (Foto:Divulgação)
    Nicolas Cage é protagonista do longa O Apocalipse - O Começo do Fim, nova versão do filme cristão Deixados para Trás, do ano 2000.

As controvérsias em torno do pastor Anderson começaram depois de um de seus sermões, quando em 2009 ele faz questão de revelar que "odeia Barack Obama" e que reza por sua morte, ao crer que o presidente americano transformou os EUA em uma nação afundada em perversidade, de acordo com o site Examiner.

Para completar, o pastor tem sido acusado de ser homofóbico extremista, ao acreditar que a justiça americana deveria aplicar uma sanção para punir as pessoas que se assumem como homossexuais com a pena de morte, sob argumentos prescritos na Bíblia, segundo ele.

Agora, em um novo discurso polêmico, Steven Anderson resolveu atacar o ator Nicolas Cage, por conta de sua participação no remake do filme cristão Deixados para Trás (Left Behind), que tem o final dos tempos como tema central, quando os cristãos serão levados para os céus em um período de longo julgamento sob a Terra.

Segundo o pastor, o filme distorce os ensinamentos das passagens bíblicas do Apocalipse, acrescentando que Nicolas está em uma fase decadente de sua carreira, se fazendo passar por um cristão liberal que na verdade não crê na Bíblia.

Para o Pr. Anderson, é necessário maior vigilância sobre "falsas doutrinas" e que as igrejas não devem permitir que qualquer um venha pregar em nome de Deus, impedindo que pessoas sejam "colocadas aleatoriamente atrás do púlpito".

Curta-nos no Facebook

Além de Nicolas Cage, ele ainda acusa outras celebridades declaradamente cristãs como Mel Gibson, Justin Bieber e os integrantes da banda U2 de desprezarem a religião, alertando para fãs "não se animarem" por assumirem sua fé.

Recentemente, usuários de redes sociais também criticaram a participação de Cage em Left Behind, questionando a crença do ator. Como contrapartida, o produtor do filme, Paul Lalonde ressaltou que cada um tem sua forma de expressar sua fé e deve ter o direito de "viver sua vida cristã" como achar melhor.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca