The Christian Post > Mundo|Qui, 9 Mai. 2013 10:23 AM EST

Pastor Saeed Abedini passa 'pior aniversário imaginável' em solitária

PorStoyan Zaimov | Repórter do The Christian Post tradutor Rodrigo L. Albuquerque

Saeed Abedini, o pastor EUA preso em Teerã, fez 33 anos na terça-feira, mas havia pouco a comemorar, encontrando-se ainda em confinamento solitário em uma das prisões mais brutais iranianas.

  • abedini
    (Foto: ACLJ)
    Pastor Saeed Abedini

"Com o aperto na garganta, dor no meu coração, e as lágrimas escorrendo pelo meu rosto ... então muito fraca, eu prometo ficar forte na força do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo lutando com todas as forças do meu ser até que você esteja unido à nossa família de novo", a esposa do pastor, Naghmeh, escreveu em um comunicado publicado pelo Centro Americano para Lei e Justiça.

"Eu vou ser uma voz, onde está sendo silenciado. Serei mãos e pés, onde você está amarrado e acorrentado. Que o mundo inteiro saiba, que o mundo inteiro ouça que Jesus é o Senhor. Estamos muito orgulhosos de você. Aguente firme. Segure-se firme em Jesus. Você tem muitos irmãos e irmãs orando por você e apoio você."

Abedini, que foi condenado a oito anos de prisão, em janeiro, supostamente por "colocar em risco a segurança nacional", tem sido vítima de uma hemorragia interna e problemas renais enquanto estava na prisão. O ACLJ, que está representando sua esposa e dois filhos nos EUA, diz que lhe está sendo negada a assistência médica de que ele precisa.

O pastor, que estava construindo um orfanato para crianças no Irã quando foi preso em setembro de 2012, foi enviado para a solitária, juntamente com outros presos, no final do mês de Abril por expressar a insatisfação com a falta de atendimento médico recebido.

Em um comunicado, a ACLJ observou que Abedini estava passando "o pior aniversário que se pudesse imaginar", em confinamento solitário, e lembrou os leitores de muitas surras, bem como de tortura física e mental, a que o pastor foi colocado por causa de sua fé cristã e a recusa de negar a Cristo.

Curta-nos no Facebook

O Departamento de Estado dos EUA e centenas de milhares de pessoas de todo o mundo pediram a sua libertação em um abaixo-assinado, mas até agora os seus pedidos ficaram sem resposta por parte das autoridades iranianas.

"Este é um momento crítico para o pastor Saeed, cujo estado de saúde continua a agravar-se nas mãos de seus captores", disse Jordan Sekulow, diretor-executivo da ACLJ.

"A força e determinação do pastor Saeed é notável em todos os abusos e tortura que ele sofreu nas mãos de seus captores iranianos, ele continua resistente em sua fé. Ele concluiu, sua última carta - a sua última comunicação com o mundo exterior: ‘Pastor Saeed Abedini, o servo e escravo de Jesus Cristo aprisionado, com muita alegria de vê-lo em breve.’ Sua fé o mantém vivo."

Abedini tem recebido o apoio da campanha de escrever uma carta da ACLJ que reuniu mais de 52 mil cartas de pessoas de todo o mundo dando-lhe coragem.

Uma dessas cartas dizia: "Sua mensagem do perdão é um testemunho incrível e realmente nos ajudou a perceber que havia alguém em nossa vida que nós precisamos perdoar, obrigado."

As cartas podem ser encontradas em SaveSaeed.org.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca