The Christian Post > Política|Sex, 6 Set. 2013 12:10 PM EST

Pastor Silas Malafaia critica a não cassação do mandato de Donadon: ‘É estarrecedor e vergonhoso’

Pastor relaciona o caso do deputado federal de Rondônia (RO) com o mensalão

PorMaria Carolina Caiafa | Correspondente do The Christian Post

O pastor Silas Malafaia comentou a não cassação do mandato do deputado federal Natan Donadon (sem partido - RO) no final da última semana: “É estarrecedor e vergonhoso para a sociedade brasileira ver um deputado condenado pela instância superior [Supremo Tribunal Federal] (STF) e ainda a Câmara de Deputados ter que votar se vai cassá-lo ou não. QUE VERGONHA! [...] Para vergonha do Brasil e do Congresso Nacional, o único país no mundo, onde deputado ladrão e corrupto continua com mandato”.

  • Natan Donadon
    (Foto: ABr/Fabio Rodrigues Pozzebom)
    O plenário da Câmara livrou da cassação o deputado Natan Donadon, condenado por peculato e por formação de quadrilha.

Na noite de quarta-feira (28), em votação secreta, apenas 233 parlamentares apoiaram a cassação, sendo que precisava de, no mínimo, 257 votos (maioria absoluta) para esse tipo de decisão. Após isso, o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), solitariamente, optou por afastá-lo do cargo.

Malafaia relacionou esse caso de Donadon com o julgamento do mensalão: “Isto é um ensaio da ‘banda podre’ do Congresso Nacional sinalizando o que pretendem fazer com os deputados condenados no mensalão, onde o STF está analisando os últimos recursos”.

E, por fim, o pastor elogiou o deputado Henrique Alves: “E esperamos que o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) mantenha a sua postura louvável de só colocar em votação outros casos de cassação de mandato, quando for aprovada a obrigatoriedade do voto aberto”.

Na terça-feira (3), a Câmara dos Deputados aprovou por unanimidade uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC), que torna todas as votações do Congresso abertas. O projeto ainda precisa ser avaliado pelo Senado.

Natan foi preso no final de junho deste ano (2013) para cumprir em regime fechado a condenação por peculato e por formação de quadrilha, ambos os delitos cometidos no sentido de desviar recursos públicos da Assembleia Legislativa de Rondônia (RO). A quantia furtada ultrapassa R$ 8 milhões. A pena totaliza mais de 13 anos, sendo que pelo menos dois desses devem ser cumpridos na cadeia. Ele está detido na penitenciária da Papuda (DF).

Curta-nos no Facebook

Donadon nega ter cometido qualquer delito. 

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca