The Christian Post > Cotidiano|Sex, 22 Mar. 2013 11:26 AM EST

Pastor Silas Malafaia critica Conselho de Medicina que aprovou o aborto até 12ª semana

PorAmanda Gigliotti | Repórter do The Christian Post

A aprovação do aborto até a 12ª semana de gravidez pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) provocou reações no meio evangélico e grupos pró-vida. O pastor Silas Malafaia, presidente da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, se pronunciou a respeito.

  • Silas Malafaia fala de perseguição religiosa no programa Vitória em Cristo
    (Foto: Reprodução You Tube)
    Silas Malafaia fala de perseguição religiosa no programa Vitória em Cristo

“Rasgue o seu código de ética e cancele o juramento que vocês fizeram para o exercício da profissão. QUE VERGONHA! A medicina que deve lutar pela vida está pactuando com a morte de seres humanos indefesos”, afirmou ele, na página do Verdade Gospel.

O CFM enviará um parecer defendendo o artigo da comissão especial do Senado que discute a reforma no Código Penal. A comissão acrescenta que o aborto não seria considerado crime quando a gravidez resulta de técnica de reprodução assistida, anencefalia e quando decidido pela mãe até o 3º mês de gestação.

Com a proposta aumentaria-se o escopo dos casos em que o aborto é permitido. Atualmente o Código Penal considera crime quando há risco de vida para a gestante e quando for resultado de estupro.

“A incoerência demonstra a perversidade do ser humano, sem afeto natural. Nenhum ser humano é mais humano do que o outro, a diferença entre o óvulo fecundado e entre eu e você é o tempo e a nutrição”, continua indignado o pastor.

Segundo Malafaia o bebê no útero da mãe na 12ª semana está totalmente formado, a partir daí ele apenas se desenvolve.

Curta-nos no Facebook

“A vida se dá na concepção. É um ato continuo quer intra ou extrauterino, até a morte”, insiste.

Ele explica que na gestação o agente passivo é a mãe, o ativo é o bebê e é ele quem faz cessar os ciclos da mãe e regula o líquido amniótico e, em última instância é quem determina a hora de sair.

“O pequeno bebê no útero da mãe não é um prolongamento dela, é um ser independente que está em simbiose com ela por nutrientes para o seu desenvolvimento, até o momento da sua chegada ao mundo.”

“Um embrião já é uma pessoa, pois não pode se tornar outra coisa a não ser uma pessoa”, ressalta.

O pastor aponta que Deus fala sobre a concepção em diversas partes da Bíblia, como Salmos 139.

Malafaia acredita que existe uma sociedade hipócrita. “Veja a hipocrisia da sociedade. Os que lutam pelos direitos humanos são os que matam os seres humanos indefesos. Que Deus tenha misericórdia desta geração.”

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca