The Christian Post > Política|Seg, 15 Out. 2012 09:33 AM EST

Pastor Silas Malafaia é considerado líder político influente nas eleições

PorAmanda Gigliotti | Repórter do The Christian Post

O pastor Silas Malafaia da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo se tornou um importante líder político nestas eleições influenciando positivamente na votação de diversos candidatos.

  • silas malafaia
    (Foto: YouTube)
    Pastor Silas Malafaia responde ao ativista gay Marcio Retamero, que disse que estaria "disposto a pegar em armas se preciso for" em um discurso contra os evangélicos, no IX seminário LGBT, no Congresso Nacional, em Brasília.

Segundo o iG, Malafaia apoiou 48 candidatos no total em sete estados, dos quais 40 foram vencedores no pleito pelo país – 24 a prefeito (quatro no segundo turno) e 16 a vereador.

“Apoiei 18 caras para vereador, 16 foram eleitos. Em Porto Alegre, quando cheguei para apoiar (José) Fortunati (prefeito eleito), estava empate técnico com a Manuela Dávila (PCdoB) . Dei uma força, lá em Porto Alegre tem muito evangélico. Ele pediu: ‘Grava aqui para o TRE.’ Fiz um áudio e pus na porta da igreja. Não digo que ganhei, mas ajudei a ganhar”, contou.

Malafaia revela o segredo de sua influência. Ao invés de “voto de cabresco”, ele esclarece que isso ele não faz, mas que usa uma mala direta de venda de seus produtos evangélicos (livros, CDs, DVDs) para fazer propaganda política de seus candidatos.

“Tenho uma mala-direta de pessoas que compram comigo materiais, muito poderosa! É gente que compra materiais meus. E essa mala é muito, muito muito poderosa. Tenho 180 mil nomes no Estado, sendo 60 mil na capital.”

E avisa que os candidatos que ele apoio honrem defendam os interesses dos evangélicos e honrem seu nome, pois se “pisar (na bola), largo o aço em cima (...)”.

Curta-nos no Facebook

Nas eleições de São Paulo, Malafaia esté em campanha a favor do candidato José Serra e contra Fernando Haddad, assunto que está gerando polêmica.

Em seu Twitter, o pastor Silas relembra os evangélicos do “Kit Gay” criado pelo Ministério da Educação na gestão de Haddad e suspenso pela presidente Dilma Rousseff.

“Neste segundo turno em SP, vote em Serra 45. Haddad é autor do kit gay!” escreveu em seu Twitter.

“O Haddad já está marcado pelos evangélicos como o candidato do ‘kit gay’. Não vamos dar mole para ele”, disse o pastor.

Silas Malafaia tem consciência de seu poder de influência nas urnas, e diz que fará o máximo que puder.

“Agora, tenho a convicção, como pastor, acredito que fui levantado para influenciar. Então, vou influenciar o máximo que puder. Ser (político), nunca, mas influenciar, sempre!”

Através disso, Malafaia acredita que o poder político é a maneira dos evangélicos manterem seus princípios.

“Quando vier coisa de molecagem contra os nossos princípios, a gente tem voz para pressionar. É esse que é o jogo. Isso é o que eu faço. Não tem conversa: ‘Vai fazer essa lei aí? Vai? Então vai ver se vai ter o meu apoio...!’ Você vê, tanta coisa foi freada aí, em âmbito federal e tudo, por medo de nossa comunidade”.

  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
  • Wanderlei Silva no TUF Brasil...
Não Perca