The Christian Post > Política|Sab, 1 Set. 2012 14:08 PM EST

Pastor Silas Malafaia posiciona-se firme contra a liberação de drogas e diz que 'um verdadeiro cristão' não a apoiaria

PorAmanda Gigliotti | Repórter do The Christian Post

O Pastor Silas Malafaia, famoso por se posicionar publicamente quanto a questões polêmicas como aborto, drogas e homossexualidade, respondeu à enquete sobre a liberação de drogas feita pelo Senado, “Você é a favor ou contra o projeto que permite a produção e o porte de drogas para consumo próprio (PLS 236/12)?”. Malafaia se posiciona firmemente contra o projeto e afirma estar “pasmado” com cristãos que apoiam a liberação.

  • Silas Malafaia fala de perseguição religiosa no programa Vitória em Cristo
    (Foto: Reprodução You Tube)
    Silas Malafaia fala de perseguição religiosa no programa Vitória em Cristo

“Para início de conversa, se você é um verdadeiro cristão, jamais poderia apoiar o uso de qualquer droga, seja lícita ou ilícita”, afirmou ele, segundo o Verdade Gospel.

Ele justificou através da passagem da Bíblia de 1 Corintios 3:16-17, dizendo “qualquer que destruir o corpo, que é o templo do Espírito Santo, Deus o destruirá.”

Segundo ele, é uma “ignorância grande” pensar que a legalização das drogas favorece a sociedade. “Está provado que as nações que liberaram as drogas aumentaram incrivelmente o uso delas, causando a devastação na sociedade, bem como custos astronômicos na área da saúde”.

Silas afirma que se houver a legalização haverá uma “multiplicação incontrolável de pequenos traficantes”, pois o Estado não teria como controlar “quem é que está cultivando para consumo próprio ou para outros”.

“Isto será devastador para a sociedade, pois vão oferecer esta droga do inferno para todos os tipos de gente, e o pior, nossas crianças e adolescentes ficarão vulneráveis a isto”.

Curta-nos no Facebook

A maconha também, diz ele, é uma porta de entrada para outras drogas, como por exemplo a cocaína.

“Em vez de enfraquecer o traficante, nós vamos fortalecê-lo. Se tornarão mais poderosos porque receberão uma nova clientela para as drogas mais pesadas.”

Ele explica que, conforme a Bíblia ensina, o pecado é insaciável. “É uma droga mais leve hoje, uma mais pesada amanhã e uma mais terrível depois de amanhã”. E enfatiza sobre os efeitos da droga no organismo. “Não é preciso nem falar que é devastador o uso de qualquer droga para o organismo humano.”

O pastor conclui e aponta que o problema da sociedade e política brasileira são as “soluções simplistas para os problemas”.

“Se alguém morre fazendo aborto clandestino, então, vamos legalizar o aborto. Se alguém vive um relacionamento homossexual, então vamos aprovar o casamento gay”.

E então, ele questiona, “Onde estão os nossos princípios? Onde estão nossos valores?”

Para aqueles que votam a favor do projeto, Malafaia deixa o seu recado:

“Quando você vota a favor do projeto que permite a produção e o porte de drogas para consumo próprio, os traficantes agradecem, porque a cocaína vai ser comprada na mão deles. O diabo agradece. Os ideólogos libertinos ateístas agradecem. A sociedade sem Deus e valores cristãos agradece. E você que está sendo instrumento do diabo e não para a glória de Deus”.

  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
  • Wanderlei Silva no TUF Brasil...
Não Perca