The Christian Post > Cotidiano|Seg, 7 Nov. 2011 10:08 AM EST

Polícia Ocupa Favela onde Cinegrafista foi Morto

PorAna Araújo | Repórter do The Christian Post

A favela de Antares, zona oeste do RJ, foi ocupada por homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope), do Batalhão de Choque e do 2º Comando de Policiamento de área (2º CPA), após operação que resultou na morte do cinegrafista da TV Bandeirantes Gelson Domingos, 46 anos, na madrugada de domingo. Não houve registro de conflito na madrugada desta segunda-feira.

Gelson foi atingido com um tiro de fuzil do peito enquanto participava da cobertura da ação da polícia. Segundo os médicos, ele já chegou morto ao hospital. O enterro será às 14 horas desta segunda-feira, no cemitério Memorial do Carmo, no Caju, RJ. Ele deixa três filhos e netos.

Durante a operação, que contou com 100 policiais, foram presos o “gerente” do tráfico local, Renato José Soares, conhecido como BBC, e seu braço direito, Leandro Ferreira de Araújo, conhecido como “China”.

Novos homens apontados como traficantes serão apresentados à Divisão de Homicídios da Capital, na Barra da Tijuca, hoje pela polícia. Quatro homens foram mortos. Segundo a nota oficial divulgada pela Polícia Militar, todos eram traficantes, porém ainda não foram identificados.

Também foram apreendidos um fuzil, três pistolas, sete carregadores, cinco radiotransmissores, um quilo e 574 trouxinhas de maconha, 522 pedras de crack, cem papelotes de cocaína e 13 frascos de cheirinho de loló, além de nove motos.

O Grupo Bandeirantes divulgou a seguinte nota, em relação a morte de seu cinegrafista:

Curta-nos no Facebook

"O Grupo Bandeirantes lamenta a morte do seu funcionário Gelson Domingos, de 46 anos, na manhã deste domingo. O repórter cinematográfico foi atingido no peito em pleno exercício da sua profissão na cobertura de uma operação da polícia na favela de Antares, em Santa Cruz, na zona oeste do Rio. Ele chegou a ser socorrido e levado para a Unidade de Pronto Atendimento da região, mas não resistiu.

A Bandeirantes toma todas as precauções para garantir a segurança de seus jornalistas nas coberturas diárias no Estado do Rio, mas infelizmente, Gelson foi vítima da violência que atinge inocentes todos os dias no Brasil.

O funcionário estava de colete à prova de balas - modelo permitido pelas Forças Armadas - no momento em que foi baleado, mas foi atingido por um tiro de fuzil provavelmente disparado por um traficante. A bala atravessou o colete.

Gelson Domingos deixa 3 filhos, 2 netos e esposa. Repórter cinematográfico da TV Bandeirantes, ele já trabalhou em outras emissoras como SBT e Record e sempre foi reconhecido pela experiência e cautela no trabalho que exercia.

O Grupo Bandeirantes se solidariza com a família e está prestando toda a assistência.

Em nota divulgada neste domingo, 6, a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão, Abert, também lamentou a morte profissional.

“A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão lamenta profundamente a morte do cinegrafista Gelson Domingos da Silva, da TV Bandeirantes, na manhã deste domingo, no Rio de Janeiro”.

A entidade manifesta solidariedade aos familiares, colegas e amigos.

Para a Associação Profissional dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio, Arfoc-Rio, "este é mais um capítulo da trágica história da cidade, que nos deixa consternados e preocupados com o seu futuro e o da profissão".

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca