The Christian Post > Vida|Qui, 17 Mai. 2012 18:23 PM EST

Por que participar da Terapia do Amor?

PorAmanda Gigliotti | Repórter do The Christian Post

Encontro de terapia promovido pela Igreja Universal do Reino de Deus ajuda casais crentes a melhorarem seus relacionamentos e prepara as pessoas a fazerem a escolha certa antes do casamento, “tratando do coração”.

  • anel
    (Foto: Creative Commons/John-Morgan)

“Depois que a gente começou a vir paramos de brigar por coisas bobas (...) Temos procurado entender um ao outro, tenho procurado ser uma mulher incomum que é o que aprendemos aqui na terapia.”

Segundo um dos bispos da igreja, a terapia não é para que a pessoa encontre alguém, mas sim o oposto. Ele explica com a frase “ao invés de dizer quando casar, sara, dizemos, quando sarar, casa”. Ele intenta dizer que as pessoas devem restabelecer seus corações antes de unirem-se a uma outra pessoa.

O site da igreja afirma que o foco principal deve ser o coração para que a pessoa aprenda o verdadeiro conceito do amor. A cada reunião a pessoa que participa também aprende o que deve ser feito até que esteja preparada para fazer a escolha certa.

“O foco principal é você tratar o seu coração. É você construir um conceito que você nunca vai poder saborear lá fora”, diz um dos participantes.

Os participantes aprendem que seja corrigido o pensamento de que muitos problemas podem ser resolvidos quando se casar. “Na verdade você vai estar saindo de uma ruim para uma incoparavelmente pior. Porque uma pessoa amargurada, doente dentro dela, jamais poderá ser uma boa esposa ou um bom marido.”

Curta-nos no Facebook

O bispo alerta que além de sofrer ainda poderá contagiar a pessoa amada.

“Aqui aprendemos a nos valorizar, a ter auto-confiança e acreditar que é capaz”, diz outra participante do encontro.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca