The Christian Post > Cristianismo|Seg, 19 Mai. 2014 04:53 AM EST

Pornografia é mal combatida pelas igrejas, indica pastor durante conferência

Pastor diz que se deve orientar os fiéis a respeito dos efeitos da pornografia, conforme Deus pede

PorLuciano Portela | Repórter do The Christian Post

Um pastor de uma igreja batista da Flórida, sul dos EUA, afirmou recentemente em uma conferência que as congregações tem "medo" de lidar com pornografia e que deveriam fazer mais para combatê-la e orientar os fiéis a respeito dos efeitos nocivos de seu consumo, conforme Deus pede.

  • Pornografia
    (Foto: Reprodução)
    Símbolo contra a pornografia

"O que Deus colocou no meu coração é que você deve compartilhar a verdade e assim Ele vai trazer as pessoas certas dentro da nossa vida. Nós já vimos isso acontecer", Jay Dennis, pastor sênior da Primeira Igreja Batista Church at The Mall, em Lakeland.

Dennis acredita que há vários fatores que levam o corpo que rege a igreja a hesitar em enfrentar o problema da pornografia, entre eles o pensamento de que tem muitos pastores trabalhando nisso, quando há pouca preocupação concreta a respeito.

"Eu acho que um monte de igrejas simplesmente não percebem qual é o problema. E é aí que eu sinto que os pastores têm de ser despertados", afirmou Dennis alertando que os pastores devem investigar mais a fundo a forma que a pornografia atinge seus fiéis.

A conferência Coalition to End Sexual Exploitation's Summit 2014, em prol do fim da exploração sexual, foi realizada na capital americana de Washington D.C., entre dois dias, onde especialistas discutiram os efeitos da pornografia e quais medidas devem ser tomadas para aplacá-la.

O evento contou com a organização e a colaboração de grupos anti-pornografia e órgãos cristãos em defesa da família, sob o apelo de lutar contra o consumo inadequado de sexo explícito, observando que a questão deve ser regularmente abordada, reconhecendo a "guerra contra a impureza", conforme analisou Dennis.

Curta-nos no Facebook

Entre os comentários de Dennis, ele indica que o curioso é que os Estados Unidos não eram tão reticentes em lidar com questões morais no passado, sendo que para ele Jesus nos ensinou a ter graça e verdade para abordar sobre este tipo de problema, com amor e sem uma postura ameaçadora.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca