The Christian Post > Cotidiano|Qua, 9 Mai. 2012 07:51 AM EST

Principal suspeito de degolar 7 pessoas morre em acidente de helicóptero

PorLuana Santiago | Correspondente do The Christian Post

Oito tripulantes do helicóptero da policia, incluindo o acusado de degolar 7 pessoas, morreram ontem (8) em acidente no interior do estado de Goiania.

Entre os tripulantes estavam os delegados Jorge Moreira e Antônio Gonçalves, de Goiânia, e Vinicius Batista da Silva, de Iporá e o principal suspeito dos assassinatos em série em uma fazenda, cerca de 300km de Goiania, Aparecido Souza Alves.

O helicóptero era utilizado para transportar os investigadores e o suspeito para reconstituição das cenas na fazenda onde a chacina aconteceu, crime que deixou brasileiros perplexos por tamanha crueldade.

O secretário de Segurança Pública do Estado, João Furtado, informou que a aeronave passou por revisão recente e foi liberada nesta terça-feira.

O helicóptero caiu por volta das 16h30, em uma fazenda de Piranhas, a 325 quilômetros de Goiânia (GO). Especula-se que uma pane levou a uma tentativa de pouso forçado, porém ainda não se sabe o verdadeiro motivo da queda da aeronave.

Testemunhas disseram ter visto o aparelho girando sobre o próprio eixo antes de cair. Nenhum tripulante sobreviveu.

Curta-nos no Facebook

Entre os principais investigadores do caso, somente a delegada Adriana Accorsi, que lidera as investigações sobre a chacina, não estava a bordo, porém sua equipe foi para a Fazenda pela manhã. No momento do acidente, o grupo voltava para Goiânia.

A chacina aconteceu no dia 28 de Abril, e o assassino degolou o proprietário da fazenda, Lázaro de Oliveira Costa, de 57 anos; Leopoldo Rocha Costa, de 22, filho do fazendeiro; Heli Francisco da Silva, de 44, vaqueiro da fazenda; Joaquim Manoel Carneiro, de 61 anos, amigo de Lázaro; Miraci Alves de Oliveira, de 65, mulher de Joaquim; Adriano Alves Carneiro, de 24, filho do casal; e Tâmis Marques Mendes da Silva, de 24 anos, noiva de Adriano.

Após o crime Aparecido Alves confessou à polícia a execução das vítimas, o corte no pescoço e o estupro da jovem Tâmis.

Em sem seus depoimentos Aparecido não deixou clara a motivação e várias versões do crime foram dadas à polícia, que investiga a participação de uma ou mais pessoas no caso.

  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
  • Wanderlei Silva no TUF Brasil...
Não Perca