The Christian Post > Cotidiano|Ter, 17 Jan. 2012 07:40 AM EST

Projeto Cristolândia é refúgio para dependentes em meio à violência policial

PorJussara Teixeira | Colaboradora do The Christian Post

Refúgio em meio à operação da Polícia Militar na cracolândia, região no centro de são Paulo conhecida por concentrar um grande contingente de usuários e viciados em crack, o projeto Cristolândia abriga diversas pessoas que ali encontram ajuda espiritual para se livrar do vício das drogas.

  • Voluntários entrando na Cracolândia para o dia de ministração
    Foto: Site Instituto Haggai

Vinculado à 1º Igreja Batista de São Paulo e pela entidade cristã Missões Nacionais, o Cristolândia leva a Palavra de Deus em plena zona de consumo de drogas há quase dois anos. Os usuários de drogas se viram acuados com a presença ostensiva da polícia na região, e com a situação o Cristolândia passou a funcionar em regime de plantão, com suas portas abertas 24 horas por dia para receber os dependentes químicos.

A proposta do projeto é fazer os usuários trocaram ‘crack por Cristo’, e só nos últimos 22 meses, já encaminhou cerca de mil usuários para internação e centros de formação evangélica.

Segundo o pastor Paulo Eduardo Vieira, um dos líderes espirituais do projeto, tratamentos medicamentosos só são usados em casos extremos. “Para além da ciência, temos a fé. É o nosso diferencial", explica o líder religioso.

Segundo a pesquisadora Zila Sanches, do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas, ouvida pela Folha de S. Paulo, o não uso de medicamentos “funciona para aqueles que já tenham uma crença e buscam por conta própria a ajuda da igreja”. A especialista acredita que não usar medicamentos dificulta o tratamento de desintoxicação, pois o período de abstinência ficaria mais doloroso física e emocionalmente.

Nas últimas duas semanas o número de internações cresceu consideravelmente, passando de 40 internações, em média, para 90. "Fazíamos uma média de 40 por mês. Já chegamos ao dobro disso em dez dias e vamos abrir novas 200 vagas", contabiliza o pastor Humberto Machado, 53, coordenador da missão.

Curta-nos no Facebook

Nas duas últimas semanas, o número de internações, via Cristolândia, bateu o recorde de 90. "Fazíamos uma média de 40 por mês. Já chegamos ao dobro disso em dez dias e vamos abrir novas 200 vagas", contabiliza o pastor Humberto Machado, 53, coordenador da missão.

Operação desastrosa

A ação policial na região da Luz, no centro da capital paulista, foi classificada como “desastrosa” em um debate promovido pela Câmara Municipal de São Paulo entre parlamentares, juízes e representantes de entidades de defesa de direitos da população em situação de rua, segundo a Rede Brasil Atual.

O motivo para as críticas é a truculência observada na ação policial na operação deflagrada pelas administrações do governador Geraldo Alckmin (PSDB) e do prefeito Gilberto Kassab (PSD). A ação adotada ficou limitada à dispersão dos dependentes pela ruas do centro, e deixou de lado o tratamento necessário e imprescindível a este público.

Segundo o padre Julio Lancelotti, da pastoral do Povo de Rua, que atua no auxílio e amparo aos carentes da região, “seria o mesmo que acabar com o alcoolismo prendendo todo mundo que bebe”, comparou. O padre Julio disse que já chegou a ser ameaçado por um policial com uma arma, quando tentava proteger moradores de rua dos excessos praticados por agentes de segurança pública.

A chamada “Operação Sufoco”, realizada pela Polícia Militar, tomou força a partir de 3 de janeiro e segue nesta semana. Atualmente, 2 mil pessoas vivem na área, segundo dados da Polícia Civil, sendo 30% de crianças e adolescentes.

A Secretaria de Segurança de São Paulo anunciou, na terça-feira (10), a ampliação do contingente de policiais militares no local.

Após a visibilidade alcançada pelo tema, a Defensoria Pública do Estado de São Paulo instalou um posto móvel de atendimento aos usuários, na rua Barão de Piracicaba, para receber as denúncias direto da fonte.

O Ministério Público quer apurar os casos passados de violência e tem se reunido com o comando da PM para evitar novas denúncias.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca