The Christian Post > Tecnologia|Seg, 31 Mai. 2010 19:34 PM EST

Senador da Califórnia Passa Projeto de Lei do Currículo do Texas

PorJennifer Riley | Repórter do Christian Post tradutor Andrea Madambashi

O Senador Da Califórnia aprovou o projeto de lei sexta-feira para prevenir que o novo do curriculo de estudos sociais no Texas afete os livros didáticos sem conhecimento.

Em uma votação bipartidária de 25 a 5, os legisaldores estatais aprovaram SB 1451 que requer que o Conselho de Educação da Califórnia revise e relate quaisquer discrepâncias entre o novo currículo do Texas e o padrão da Califórnia.

Visto que o Texas é o segundo maior mercado de livros didáticos do país, mudanças no seu currículo são esperadas influenciar os editores e, portanto, os livros didáticos usados em classe nacionalmente. Mas o Senado da Califórnia, cujo Estado tem o maior mercado de livros didáticos no país, agiu contra o padrão do Texas ao ser aprovada a legislação SB 1451.

Cerca de uma semana atrás, o Conselho de Educação do Estado Texas aprovou um novo currículo de estudos sociais que coloca mais ênfase sobre o papel do Cristianismo na fundação da nação, entre outras mudanças.

Americanos Unidos (AU) pela Separação da Igreja e do Estado e o Senador Leland Yee (D-San Francisco), que escreveu e patrocinou SB 1451, queixou-se que a nova norma do Texas busca promover uma relação mais estreita entre a Igreja e o Estado.

Em um comunicado, o AU acusou os fundamentalistas ponta-direita, no Conselho de Educação do Estado do Texas de ser, determinado em reescrever a história americana.”

Curta-nos no Facebook

Mas os defensores do padrão responderam que foram os esquerdistas que tentaram reescrever os livros de história.

“Os esforços da ala Liberal para complicar, confundir e denegrir o nosso patrimônio e história deve ser rejeitada, disse Jonathan Saenz, diretor de assuntos legislativos do grupo legal baseado na fé Instituto Liberty.

A norma de Texas foi aprovada após 18 meses de trabalho e servirá para orientar o currículo nas escolas públicas para o próximos dez anos.

Alguns 4.800.000 estudantes K-12 no Texas, serão diretamente afetados pelo novo currículo.

Em comparação, a Califórnia tem mais de 6,2 milhões de alunos K-12 em escolas públicas.

Como a batalha dos dois Estados para influenciar os livros didáticos da Nação, alguns dentro da indústria, porém, dizem que nem irá afetar o currículo da nação, porque os Estados podem agora personalizar digitalmente livros didáticos.

O projeto de lei SB 1451 vai enfrentar uma votação na Assembléia da Califórnia, e se aprovada, irá para a mesa do governador Arnold Schwarzenegger, para aprovação.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca