The Christian Post > Política|Qua, 24 Nov. 2010 21:00 PM EST

Solicitação de Fundos para a Mesquita no Marco Zero Reaviva Polêmica

PorLawrence D. Jones | Repórter do Christian Post tradutor Amanda Gigliotti

Os desenvolvedores do centro islâmico próximo ao Marco Zero estão pedindo milhões de dólares em fundos federais, destinados a reconstruir a área que rodeia o marco de 11/09, para financiar seu projeto controverso.

Os desenvolvedores do Park51 disseram que solicitaram uma doação de $5 milhões de dólares para a Lower Manhattan Development Corporation (LMDC), que está entregando fundos de desenvolvimento no marco do 11/09.

A medida encontrou a indignação dos críticos que tem questionado o porquê dos desenvolvedores estarem pedindo dinheiro para reconstruir a comunidade em torno do Marco Zero, quando inicialmente se insistiu que a propriedade não era parte do Marco Zero.

“É tão falso. Nos pegou de surpresa,” disse Tim Brown, um ex-bombeiro de Nova York dos primeiros a respoderem ao 11/09 para a Fox News. “É como pôr o dedo médio bem na tua cara.”

Brown foi um dos opositores da mesquita que se manifestaram no Ajuntamento de Nova York na semana passada e apresentaram uma petição de 120.000 companhias apoiando sua causa.

Na declaração da LMDC obtida na terça pelo The Christian Post, a empresa disse que tem destinado $17 milhões para o Programa de Melhoramento da Comunidade e a Cultura, mas tem recebido mais de 265 solicitações em excesso $175 milhões provenientes de uma ampla variedade de organizações lucrativas.

Curta-nos no Facebook

“Agora estamos recorrendo a um desafio, mas importante da classificação através das aplicações para identificar aos que se ocupam com a comunidade há muito tempo e as necessidades culturais,” afirmou a LMDC.

Para ser considerado para a concessão do desenvolvimento de 11/09, se pede aos solicitantes que apresentem documentos que expliquem o propósito da organização, estrutura pessoal, descrição do projeto, orçamento, calendário do projeto e rendimento de operação e custos.

Segundo o sítio da web do Park51, os desenvolvedores necessitam do dinheiro das subvenções para financiarem programas de prevenção de violência doméstica, classes de árabe e outros idiomas estrangeiros, programas e serviços para veteranos sem-teto, exibições de arte multi-cultural e serviços de imigração.

O centro de 13 andares proposto iria incluir uma mesquita, uma creche, uma pré-escola, um ginásio e um Memorial 11/09, o qual serão “extremamente necessários na Baixa Manhattan,” de acordo com os desenvolvedores do Park51.

Uma pesquisa recente encontrou que aproximadamente 70 por cento de todos os norte-americanos se opõem ao plano de construir uma mesquita, conhecida originalmente como Casa Córdoba, a somente dois quarteirões do World Trade Center.

Sharif, El-Gamal, desenvolvedor do Park51, disse previamente que ele nunca pensou que o projeto pudesse provocar controvérsia.

Durante uma entrevista para o People of the Year da NBC, que irá ao ar no dia de Ação de Graças, Matt Lauer pressionou El-Gamal com por que o pensamento nunca veio à sua mente.

“Nem uma vez somente fiz minha fé ser responsável dos terríveis acontecimentos do 11/09,” respondeu El-Gamal, descrevendo-se como um “norte-americano que tem um sistema de crenças específicas.”

Brown, por sua vez, disse à Fox News, “me deixa sem palavras o que tem o descaramento de fazer isso.”

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca