The Christian Post > Entretenimento|Sex, 12 Dez. 2014 11:47 AM EST

Tim Tebow, ex-NFL, prefere que valorizem seu lado solidário, após ser eleito 'homem mais sexy'

O ex-jogador da NFL ressaltou que seu foco é trabalhar para as ações de sua fundação

PorLuciano Portela | Repórter do The Christian Post

Após ser eleito o "homem mais sexy" da atualidade, pela revista People, o atleta evangélico Tim Tebow afirmou que sua aparência não é o seu foco.

  • tebow
    (Foto: Reuters/Ray Suttublebine)
    O quarterback Tim Tebow

Para o ex-jogador da NFL, liga profissional de futebol americano, é agradável ser bem visto por seu visual, mas ele prefere que as pessoas se identificassem mais com seu desejo de ajudar pessoas.

Com todo o sucesso obtido na carreira universitária, Tebow criou uma fundação que se dedica em instalar brinquedotecas em hospitais infantis de todo o mundo, um projeto que é uma prioridade para ele.

"Para mim, é muito importante guardar o coração para crianças que estão sofrendo. Ser capaz de fazer a diferença é algo que as pessoas deveriam amar", destacou Tebow para a revista People.

Na transição da liga universitária para a profissional, durante o fim da década de 2000, Tebow viveu uma fase de indecisão, onde sentia que não se encaixava na NFL, por ter que deixar sua via espiritual de lado.

Hoje, fora das quatro linhas, o atleta ressalta sua vontade em fazer com que as pessoas se concentrem no legado humanitário que ele se esforça para construir.

Curta-nos no Facebook

"Espero que quando eu chegue aos 90 anos, tenha atingido um legado que não esteja firmado apenas em mim. Espero que seja um legado que as pessoas percebam o valor da nossa fundação", acrescenta.

A fundação de Tebow está prestes a abrir um hospital nas Filipinas, terra onde nasceu enquanto seus pais atuavam como missionários batistas.

A meta do projeto é que o hospital filipino sirva para curar as crianças "fisicamente, além de incentivá-las emocionalmente e espiritualmente também", observa Tebow.

Apesar de ter deixado a NFL, Tebow não abandonou o futebol americano por completo, e hoje trabalha como comentarista de campeonatos universitários dos canais ESPN, nos EUA.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca