The Christian Post > Mundo|Qua, 23 Out. 2013 11:45 AM EST

Tiroteio em casamento cristão deixa 4 mortos, incluindo uma menina de 8 anos, no Egito

O atentado teria sido promovido por extremistas islâmicos

PorLuciano Portela | Repórter do The Christian Post

Em incidente ocorrido durante o último domingo (20), um tiroreio em um casamento cristão deixou quatro pessoas mortas no Egito, incluindo uma menina de apenas oito anos, conforme relatado pela agência de notícias The Associated Press.

  • Egito
    (Foto: Reuters)
    Mohamed Morsi, presidente deposto no Egito em julho de 2013

A cerimônia ocorria normalmente em uma Igreja Católica Copta, no Cairo (EGI), até o momento em que dois homens armados e mascarados adentraram o local em uma motocicleta para abrir fogo contra as pessoas, segundo autoridades locais.

O atentado é o caso mais recente ato de violência contra cristãos no Egito. Revoltado, o padre Dawoud disse que infelizmente diversas pessoas estão sendo ameaçadas pela violência contra minorias religiosas no Egito, independente de serem cristãos ou não.

"O que está acontecendo é que todo o Egito está sendo alvo da violência, não apenas os cristãos. Basta! Pessoas estão ficando doentes e cansadas de tudo isso", apontou o sacerdote Dawoud, da Igreja da Virgem maria de Waara, bairro do Cairo.

O motivo do ataque não ficou claro imediatamente, mas a minoria cristã copta interpretou o tiroteio como um foco de islâmicos extremistas depois do presidente egípcio Mohamed Morsi, líder islâmico, ter sido deposto de seu cargo em julho.

Vários líderes egípcios se manifestaram contra o ataque da noite de domingo, incluindo o primeiro-ministro interino Hazem el-Beblawi, que tratou o tiroteio como "um ato cruel e criminoso", de acordo com a Associated Press.

Curta-nos no Facebook

El-Beblawi ainda acrescentou que "tais atos hediondos não segregam os dois elementos da nação, os muçulmanos e cristãos, e o governo vai ser muito firme em face de todas as tentativas desesperadas para semear as sementes do sectarismo", frisa ele.

Cerca de quarenta igrejas coptas foram destruídas após uma escalada de violência iniciada em agosto, com a maioria dos ataques no sul do Cairo, onde as comunidades cristãs são alvo de militantes islâmicos.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca