The Christian Post > Mundo|Sex, 2 Mai. 2014 10:45 AM EST

'Todos os racistas são ateus', diz radialista cristão após polêmica sobre caso de racismo na NBA

Dan Caplis explica que não consegue imaginar racistas terem uma religião

PorLuciano Portela | Repórter do The Christian Post

Os Estados Unidos passaram a última semana sob debate em torno do controverso vazamento de declarações racistas de Donald Sterling, dono do Los Angeles Clippers, time de basquete da liga NBA. E ao abordar sobre a questão, o radialista cristão Dan Caplis trouxe outra polêmica ao destacar que "todos os racistas são ateus", em seu programa.

  • NBA
    (Foto: Reuters)
    Donald Sterling, dono do time de basquete Los Angeles Clippers, foi banido da NBA por racismo.

Ao argumentar sua afirmação, Caplis explica que não consegue imaginar racistas terem uma religião, pois quando reflete mais a fundo atinge o raciocínio de que qualquer um que seja religioso considera inadequado julgar alguém baseado unicamente em sua cor de pele, afinal seria como insultar uma criação de Deus.

O radialista acrescenta que uma vez que alguém acredita em Deus jamais criticaria algo que foi concebido sob a graça do Senhor. "Deus faria alguém menor apenas em virtude da cor de sua pele? Então, meu ponto de partida é que todos os racistas são ateus. Eles não devem acreditar em Deus", resume.

Sob o impacto de seu depoimento, Caplis esclareceu mais tarde que compreende que nem todos os ateus são racistas, mas reforça que o inverso é a realidade, ou seja, firma a ideia de que todos os racistas são ateus.

"Peço desculpas se foi tomado desta forma, mas alguém nunca poderia ter imaginado que eu estava falando que todos os ateus são racistas. Isso seria uma coisa tola de se dizer. Eu estava apenas dizendo que todos os racistas são ateus", comentou ele.

Em contrapartida, o bloguista Hemant Mehta escreveu que considera injustas as declarações do radialista. "É injusto fixar racistas em nossa categoria, e isso só alimenta o estereótipo de que ateus são imorais", se queixa Mehta.

Curta-nos no Facebook

As críticas pesadas e a revolta de Caplis foram movidas após descobrir comentários de Sterling, onde ele fala para a ex-namorada V. Stiviano que lhe incomoda quando ela transmitia "que está associada com negros", pedindo ainda para que evitasse trazer negros para seus jogos.

Além de banir Sterling da NBA, vetando sua presença em qualquer partida, o comissário da liga de basquete, Adam Silver, revelou que não medirá esforços para que ele venda a franquia da equipe, retirando definitivamente qualquer relação com a liga.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca