The Christian Post > Cotidiano|Qua, 20 Mar. 2013 10:11 AM EST

UFMG anuncia fim do vestibular e adesão ao Sistema Unificado em 2014

Segundo a Universidade, assim a seleção fica mais democrática e o Brasil fica mais próximo do modelo adotado por outros países

PorMaria Carolina Caiafa | Correspondente do The Christian Post

A seleção para os cursos de graduação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) passa a ser feita pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação a partir do próximo ano com entrada de novos alunos em 2014. Sendo assim, não haverá mais o concurso vestibular, pois esse será substituído exclusivamente pela prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A decisão foi tomada na tarde de terça-feira (19) pelo Conselho Universitário.

  • UFMG Logo
    (Foto: Divulgação/UFMG)
    A UFMG é uma instituição brasileira de ensino superior, sediada em Belo Horizonte (MG), e é considerada uma das mais prestigiadas universidades do Brasil.

O reitor da UFMG, Clélio Campolina, explicou que a mudança é fruto de estudos que a instituição vem fazendo há pelo menos três anos. “O Brasil estava atrasadíssimo em relação a países como Estados Unidos e os da Europa, que há muito adotam sistema de avaliação do ensino médio”, disse ele, que ressaltou a qualidade de avaliação da prova do Enem.

Clélio Campolina também informou que o sistema de cotas não sofrerá alteração com o fim do vestibular: “A seleção pelo Sisu é democrática, elimina custos para os candidatos e oferece igualdade de oportunidades a todos”.

Um edital específico vai regular exames para cursos que exigem determinadas competências como música, dança e teatro. “Os candidatos fazem o Enem e depois a prova de habilidades”, explicou o reitor.

Até a último concurso (2012), que selecionou os alunos que ingressaram na universidade neste ano (2013), o Enem funcionava como uma 1ª fase do vestibular e os alunos assim classificados eram ainda testados por uma prova de redação, que funcionava como uma 2ª fase.

Várias universidades públicas já aderiam integralmente ao Enem. Por exemplo, as universidades federais de Alagoas (UFAL), Rio de Janeiro (UFRJ) e Piauí (UFPI). Em outras, o exame nacional selecionava apenas para parte das vagas ou funcionava como uma porcentagem definida da avaliação total.

Curta-nos no Facebook

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca