The Christian Post > Tecnologia|Qua, 10 Abr. 2013 11:52 AM EST

WhatsApp nega rumores de que estaria sendo vendido para o Google

PorCassiany de Paula | Repórter do The Christian Post

O popular aplicativo de mensagens instantâneas, WhatsApp, resolveu esclarecer, na tarde desta última terça-feira, que não estava à venda, após uma série de rumores de sua possível compra pelo Google.

  • WhatsApp
    (Foto: Divulgação/WhatsApp)
    WhatsApp tornou-se um dos aplicativos de mensagens instantâneas mais popular do mundo

Segundo analistas, o gigante do software, Google, estaria interessado na aquisição do aplicativo, WhatsApp, que equivaleria ao um montante de bilhões de dólares.

No entanto, Neeraj Arora, diretor de desenvolvimento de negócios do WhatsApp, em uma entrevista ao All Things Digital, negou categoricamente tais rumores.

Tais especulações não são alheias a WhatsApp. Já que em 2012, surgiram rumores de sua possível venda, com o desejo de aquisição pelo Facebook.

No entanto, sobre a aquisição do serviço de mensagens, pela rede social de Mark Zuckerberg, a equipe WhatsApp também garantiu que essa informação "não condiz com os fatos."

WhatsApp tornou-se um dos aplicativos de mensagens instantâneas mais popular do mundo. Com a grande popularidade, hoje o WhatsApp enfrenta um forte concorrente, como o Linha ou WeChat.

Curta-nos no Facebook

Já a WeChat está lutando para se tornar o número um, entre os aplicativos e entre os usuários, especialmente após a polêmica dos pagamentos anuais, de usuários do Android, WhatsApp.

O anúncio de pagamentos, pela utilização do serviço, foi divulgado nas últimas semanas de março pela própria empresa de mensagens instantâneas.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca