• Filho de pastor sequestrado no Egito afirma que oração o ajudou a ser libertado

    By Luana Santiago on July 17,2012

    Um pastor americano sequestrado no Egito semana passada foi libertado nesta segunda-feira (16). Após passar três dias como refém no Sinai que fica no norte da Península do Egito, Michel Louis, agradeceu a Deus por estar bem.

    Logo depois de sua libertação, o pastor concedeu uma entrevista ao repórter da CNN. Michel Louis informou que estava se sentindo um pouco cansado, e tudo o que pôde dizer foi "graças a Deus, eu e meus colegas tivemos uma libertação segura”.

    Jean Louis, filho do pastor, disse que a libertação de seu pai e dos outros dois reféns foi resposta de oração. mais >>

  • Morsi da Irmandade Muçulmana é declarado presidente do Egito, provoca temores para as minorias religiosas

    By Daniel Blake on June 25,2012

    O candidato Irmandade Muçulmana nas eleições presidenciais do Egito, Mohamed Morsi, foi oficialmente declarado vencedor das eleições pelos reguladores. No entanto, o resultado imediatamente despertou preocupações para as minorias religiosas no país, e se a Irmandade vai buscar construir um Estado islâmico conservador.

    Morsi ganhou 51,73 por cento dos votos, derrotando o ex primeiro-ministro, Ahmed Shafiq, no run-off, a Comissão Eleitoral Superior presidencial relatou. Farouq Sultan, que dirigiu o painel de juízes, informou neste domingo que a comissão manteve algumas das 466 reclamações por parte dos candidatos, mas que não afetaria os resultados das eleições e a vitória de Morsi iria permanecer.

    O anúncio provocou celebrações na Praça Tahrir, no Cairo, com apoiantes de Morsi se reunindo em clima de júbilo. mais >>

  • Grupo islâmico proíbe Tomates ‘porque eles são cristãos?'

    By Alex Murashko on June 21,2012

    Um grupo Salafista do Egito parece estar tentando retratar um post no Facebook, que advertiu que comer tomates é "proibido porque eles são cristãos."

    No entanto, o grupo tradicionalista muçulmano, que se chama Associação Islâmica Popular Egípcia, aparentemente ainda acha que tomates são ofensivos se eles forem cortados de tal forma que revele a forma de uma cruz, segundo o site do Líbano Agora.

    Junto com a foto de um corte de tomate ao meio para revelar o que poderia ser visto como uma cruz, o grupo originalmente postou no Facebook: "Comer tomate é proibido porque eles são cristãos [O tomate] exalta a cruz, em vez de Allah e diz que Deus é três (uma referência à Trindade). mais >>

  • Eleições no Egito: Perigo para Cristãos? Islamistas já comemoram

    By Luana Santiago on June 18,2012

    Aconteceu no Egito neste final de semana (17) a primeira eleição popular para Presidente da República. Apesar de ainda não ter ocorrido a publicação de dados oficiais, simpatizantes do candidato Mohamed Mursi da irmandade Mulçumana já cantam vitória.

    Os primeiros resultados oficiais só serão divulgados na quinta-feira. No entanto, na manhã desta segunda-feira (18), a Irmandade se reuniu com repórteres para anunciar a sua vitória nas urnas.

    Os islamistas dizem ter conseguido 52% dos votos contra 48% de seu rival Ahmed Shafiq, ex-primeiro-ministro de Hosni Mubarak. Segundo partidários de Mursi, mais de 90% dos votos já teriam sido apurados. mais >>

  • Manifestantes egípcios saem às ruas depois de confirmação do candidato Shafiq

    By Luana Santiago on May 29,2012

    Após comissão eleitoral confirmar a participação do candidato Ahmed Shafiq no segundo turno das eleições, manifestantes egípcios saíram as ruas se reunindo na praça Tahrir, em Cairo, lugar que foi o centro dos protestos contra o governo de Mubarak.

    Outro grupo de manifestantes atacou o principal prédio da organização de campanha do candidato Shafiq. Segundo fontes de segurança, pelo menos cerca de 8 suspeitos foram presos.

    O prédio foi invadido por pessoas que saquearam, quebraram janelas, rasgaram pôsteres de campanha do candidato, ateando fogo no edifício que não sofreu grandes danos, pois o fogo foi controlado rapidamente. mais >>

  • Cristãos aguardam incertos por resultado das eleições no Egito que pode definir seu futuro

    By Luana Santiago on May 28,2012

    Ahmed Shafiq, o candidato que promete restituir a ordem no Egito e combater o radicalismo islâmico, recebeu amplo apoio entre os cristãos coptas, que são mais de 10% da população. Apesar de ser considerado um representante do antigo regime ditador com Mubarak, Shafiq é esperança dos cristãos que estão preocupados com o seu futuro que se decidirá nestas eleições.

    Segundo o Estado, os líderes cristãos estão incertos pois tem sido alvos frequentes de ataques de grupos radicais islâmicos. Em outubro, uma igreja na Província de Aswan foi depredada e incendiada por uma multidão de radicais salafistas.

    "Nossa comunidade está extremamente preocupada", afirmou Yousef Sidhoum, editor principal do jornal copta, o Watani, ao Estado. "A liberdade religiosa já era desrespeitada durante o governo Mubarak. Com partidos radicais islâmicos no poder, a coisa piorou ainda mais." mais >>