Desastres Naturais

HOME > Hot Topics > Desastres Naturais
  • Teólogo Leonardo Boff afirma que 'humanos podem desaparecer' sobre desastre ecológico

    By Luciano Portela on May 29,2012

    Nesta segunda-feira (28), o teólogo Leonardo Boff adentrou a fé ao campo da ciência durante uma conferência realizada no Theatro Pedro II, em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. O líder católico é conhecido por seu envolvimento com as causas sociais.

    Entre os temas abordados na palestra, ele falou um pouco sobre desenvolvimento sustentável e sua tese de que o mundo está prestes a ver um grande distúrbio natural. “Pela primeira vez na história, podemos conhecer um grande desastre ecológico (...) Podemos (a espécie humana) desaparecer”, declarou ele.

    Antes de se aprofundar na religião, ele mencionou sobre a linha tênue que separa a Terra de uma catástrofe. “Há milhões e milhões de anos, temos exatos 21% de oxigênio, se fosse menos teríamos morrido. O equilíbrio da Terra é sutil”, acrescentou. mais >>

  • Chuva causa deslizamentos e deixa duas crianças feridas em Salvador

    By Luciano Portela on May 21,2012

    A cidade de Salvador sofre com as chuvas que ocorrem desde a última quarta-feira (16) e já apresenta os primeiros feridos, após os deslizamentos deste último fim de semana, de acordo com o portal Terra.

    Uma encosta no bairro de Saramandaia, periferia da capital baiana, veio abaixo e levou parte de uma casa desabar sobre outra. Com o acidente, duas crianças se machucaram, um garoto de 2 anos e uma garota de 6 anos.

    Ambos receberam ajuda de vizinhos e foram conduzidos ao atendimento médico do Hospital Geral do Estado (HGE). Segundo as informações, elas não correm risco de morte. mais >>

  • Trabalho de Agências Humanitárias é Elogiado no 5º Aniversário de Katrina

    By Aaron J. Leichman on August 30,2010

    Cinco anos depois do Furacão Katrina ter devastado Nova Orleans e o Litoral do Golfo, sobreviventes e aqueles trabalhando para eles dizem que o trabalho ainda está longe de terminar.

    Mas eles também estão enfáticos que o progresso que foi feito até agora é em grande parte devido ao apoio, fundos e trabalho da comunidade de fé dos EUA e agências humanitárias, relata uma dessas agências - Serviço Mundial da Igreja (CWS).

    "Se não fosse pelos voluntários e agências que me deram assistência, eu não sei na onde que estaria," disse Gloria Mouton, 62, cuja casa na Nova Orleans do Leste estava entre as casas que foram reparadas por voluntários de todo o país durante o projeto ecumênico Vizinhança de Nova Orleans CWS 2009. mais >>

  • Um Pensamento Primitivo: A Ilha das Daltônicas.

    By Mark Batterson on June 18,2010

    Na Ilha das Daltônicas, Oliver Sacks escreve um relato colorido sobre uma ilha minúscula no Pacífico Sul. Pingelap possui menos que três milhas quadradas, e a elevação mais alta na ilha é apenas dez pés acima do nível do mar. Em 1775, Tufão Lengkieki passou por cima da ilha destruindo a vegetação e matando 90 por cento dos habitantes. Como último recurso, os vinte sobreviventes pescaram como a única maneira de sobrevivência até que a ilha se recuperasse o suficiente para o crescimento de vegetais.

    Após o grande tufão , uma peculiaridade genético evoluiu. Surpreendentemente uma proporção grande da próxima geração nasceu daltônica. Em outro lugar no mundo, menos que uma em trinta mil pessoas são daltônicas. Na ilha de Pingelap, uma em doze nasce com a condição. A alta porcentagem é decorrente do fato que várias pessoas no pool genético das sobreviventes carregaram um gene raro responsável por acromatopsia congênita.

    Aqueles de nós com visão normal têm aproximadamente 7 milhões de cones, qual nós permite distinguir até 10 milhões de cores diferentes. Pessoas com acromatopsia congênita não têm cones funcionais. Elas dependem exclusivamente de 120 milhões de bastonetes, que são células fotorreceptoras de baixa-luz na retina. Como resultado elas têm hipersensibilidade a luz. Elas frequentemente ou usam vários pares de óculos de sol ou completamente evitam o sol. Sua visão pobre exigem que usem um monóculo – uma lupa de mão que parece com um telescópio – para ler texto ou ver coisas de uma distância. E, claro, elas não conseguem perceber cores. mais >>

Pages: 1